03/fevereiro/2019- Atualizado em 03/02/2019 20:01:14

Prefeito Zito Barbosa esclarece denúncias de irregularidades em transporte escolar

O serviço de transporte escolar tem o auxílio de recursos federais, especialmente do Pnate e do Fundeb

A prefeitura de Barreiras teve seu nome citado em inquérito civil aberto pelo o Ministério Público Federal (MPF), que apura possíveis irregularidades na licitação, contratação e execução do serviço de transporte escolar em 16 municípios baianos. O assunto ganhou repercussão na mídia estadual na última semana.

Procurado pela reportagem do Falabarreiras para falar sobre a denúncia, o prefeito Zito Barbosa afirmou estar tranquilo, pois confia plenamente na lisura dos processos licitatórios realizados pela gestão municipal, ressaltando que nos anos de 2017 e 2018, o município sofreu fiscalizações por parte da Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas, respectivamente.

“Estou tranquilo e não temos nenhum receio, inclusive porque desses municípios citados, Barreiras foi o único que recebeu a fiscalização da Controladoria Geral da União em 2017. Além disso, em 2018 nós sofremos por parte do Tribunal de Contas, uma fiscalização específica no transporte escolar, conferindo todas as licitações. A empresa que presta esse serviço para o município é uma empresa idônea e que presta serviço em várias cidades do Estado”, disse o prefeito.

Ainda em resposta, Zito afirmou que a partir desse ano a prefeitura não realizará mais licitação de transporte escolar, já que a administração municipal entregará na próxima terça-feira (05), uma frota própria totalmente nova, composta por 50 ônibus e 16 vans para atender a todas as escolas do município.

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!