Tito trabalha por implantação do Programa Educação Conectada em escolas dos municípios da região Oeste

A ideia é democratizar o acesso à internet de qualidade em escolas públicas nos quatro cantos do Oeste da Bahia

Em 10/12 de 2019

Ascom Deputado Tito (Avante/BA)

Com o objetivo de apoiar as escolas da região na obtenção de acesso à internet banda larga e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação, o deputado federal Tito (Avante/BA), participou no início da tarde dessa segunda-feira (09), de uma importante audiência com o Dr. Paulo Roberto, assessor especial do Ministério da Educação.

O trabalho do deputado é garantir que esse programa federal seja implementado e também aperfeiçoado para melhor atender às necessidades de educadores e alunos, pois a qualidade da educação básica passa, primordialmente, por uma acessibilidade e conectividade mais rápida.

Tito destacou a grande necessidade desse investimento para todos os municípios do Oeste, e que, enquanto tal situação persistir, as desigualdades sociais continuarão a se reproduzir, pois as transformações globais e a evolução do mercado de trabalho exigem pessoas mais preparadas para lidarem com a tecnologia.

“Estou trabalhando para garantir que esse projeto federal seja implementado no maior número de escolas do Oeste da Bahia e que alcance os objetivos a que se propõe. O programa veio em uma boa hora, as nossas crianças e jovens vivem na era da tecnologia e a escola será um apoio fundamental para o desenvolvimento do ensino ligado a esses novos meios. A educação pública não pode ficar estacionada no tempo”, declarou Tito.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.