Tito destaca visita técnica do Ministério da Infraestrutura ao aeroporto de Barreiras

As obras de reforma e ampliação do aeroporto receberão investimentos de R$ 45 milhões

Em 22/02 de 2019

O deputado federal Tito destacou em reportagem ao Falabarreiras que o objetivo da visita técnica dos representantes da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), do Ministério de Infraestrutura, e do Governo da Bahia, ao aeroporto de Barreiras nos dias 14 e 15 de fevereiro, foi o de avaliar o anteprojeto executado pela SAC para que sejam feitos ajustes finais do material técnico para a licitação das obras de reforma e ampliação do aeroporto que receberá investimentos de R$ 45 milhões.

Veja abaixo a reportagem publicada no site do Ministério da Infraestrutura

Aeroporto de Barreiras receberá investimentos de R$ 45 milhões

Foto: Gabrielle Ferreira

Representantes da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), do Ministério da Infraestrutura, e do Governo da Bahia realizaram, nos dias 14 e 15 de fevereiro, uma vistoria ao aeroporto de Barreiras, localizado no interior do estado.

O objetivo da visita foi avaliar o anteprojeto executado pela SAC para que sejam feitos os ajustes finais do material técnico para a licitação das obras de reforma e ampliação do aeroporto. Os investimentos serão de R$ 45 milhões, de acordo com o Termo de Compromisso firmado entre o Ministério e o Estado, em dezembro de 2018, e os recursos provenientes do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

Segundo o diretor de Investimentos da SAC, Eduardo Bernardi, o aeroporto terá um novo terminal de passageiros de aproximadamente 1.200 m², além do alargamento e ampliação da pista de pouso e decolagem, e do pátio de aeronaves, que permitirão a operação de aeronaves com capacidade de até 180 passageiros, além de sistema de navegação (IFR não precisão).

EMS – Em 2018, a SAC adquiriu e instalou no aeroporto uma Estação Meteorológica de Superfície Automática (EMS-A), que envia aos pilotos informações sobre as condições climáticas próximas ao terminal. O investimento foi de cerca de R$ 2 milhões e o equipamento está em fase de certificação pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Acesse aqui a matéria original no site do Ministério da Infraestrutura.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.