Saulo Martins relata sua preocupação com o trecho entre a Vila Amorim e o Arboreto

Esse trecho da BR 135 entre os dois bairros, é um dos mais perigosos do município

Em 14/05 de 2020

A insegurança e a falta de estrutura básica, como iluminação pública, no trajeto entre a Vila Amorim e o Arboreto, causa transtorno e medo aos moradores locais que necessitam diariamente fazer esta rota para finalidades diversas.

O Falabarreiras esteve em conversa com Saulo Martins, dessa vez, ativista cultura se manifesta como empresário local e usuário diário do trecho supracitado, destacando que por ser uma localidade com o tráfego volumoso de pedestre e veículos diversos, deveria ter um olhar mais responsável por parte dos órgãos competentes.

“A iluminação pública praticamente não existe nessa localidade, os moradores precisam se arriscar todos os dias, principalmente quando se faz uso de bicicletas para se deslocar beirando a estrada. Todos os anos eleitorais aparecem promessa política de construção de passarelas, semáforos e tudo que seria o justo e necessário para o mínimo de dignidade da população, porém, nada nunca foi, nem sequer, posto em papel. Recentemente passamos em nosso município por verdadeiras tragédias anunciadas na localidade do centro da cidade (conhecida como rotatória do Galego Lanches) e só depois de muitos ocorridos e de uma enorme pressão popular foi feito o mínimo possível em prol de amenizar possíveis acidentes. Será que vai precisar acontecer tragédias também no nosso bairro para começar um processo de medidas de segurança básica? A minha indignação e de todos os moradores aqui, é diária, pois a todo momento estamos à mercê dos fatos”. Diz Saulo.

Saulo cobra uma explicação didática e a apresentação real do plano de desenvolvimento dessa localidade e, em especial, na infraestrutura básica de segurança pública por parte dos órgãos responsáveis.

1 comentário

Antonio de Oliveira
Comentou em 14/05/20

O maior problema nesse trecho, que alias se estende até Riachão das Neves, é a falta de acostamento. Pedestres, ciclistas e motoqueiros ficam por conta da sorte!

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.