Entenda o que muda nas eleições municipais 2020 com o fim das coligações partidárias

Regra que evita transferência de votos a candidatos de outras legendas pode influenciar eleição para Câmara Municipal no ano que vem

Em 20/06 de 2019

A grande novidade das eleições municipais de 2020, o fim das coligações partidárias para a eleição de vereadores altera o cenário do pleito do ano que vem e deve exigir uma identificação ainda mais consistente dos partidos políticos e candidatos durante a campanha.

Na prática, a medida visa evitar que um partido transfira votos para candidatos de outras legendas que não obtiveram votação expressiva apenas por estarem coligados. No entanto, esta “transferência” de votos segue sendo permitida entre candidatos do mesmo partido, o que pode fazer com que lideranças partidárias invistam ainda mais nas campanhas dos famosos “puxadores” de votos.

Vale lembrar que nada muda com relação às coligações para as eleições majoritárias, no caso de 2020, na corrida pela Prefeitura.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.