Deputado Tito participa do lançamento da segunda fase da campanha da Nova Previdência no Palácio do Planalto

O deputado disse que é necessário aprofundar os diálogos com responsabilidade para encontrar o equilíbrio e pensar na coletividade para que não sejam cometidas injustiças, principalmente com os menos favorecidos

Em 22/05 de 2019

O deputado federal Tito (Avante/BA), participou na segunda-feira (20), do lançamento da segunda fase da Campanha da Reforma da Previdência no Palácio do Planalto em Brasília. Com o objetivo de esclarecer as dúvidas da população, a campanha busca responder questões levantadas pelos cidadãos a respeito do tema.

O deputado afirma que está em jogo a discussão de uma pauta de extrema importância para a população e para o país, “é preciso conhecer cada vez mais sobre o tema e compreender detalhadamente a proposta do Poder Executivo para poder dar a minha contribuição e corresponder às expectativas da nossa população”.

Tito destacou ainda a necessidade de cautela na análise, e de discutir com profundidade o texto entregue à Câmara, sobretudo no que diz respeito à aposentadoria do trabalhador rural, à capitalização, à desconstitucionalização e ao Benefício de Prestação Continuada com valor de 400 reais, temas, amplamente contestados pela população.

O parlamentar diz que existem correções que precisam ser feitas e o sentimento é de colaborar com as reformas estruturantes que o país precisa, para garantir os ajustes econômicos necessários, reaquecer a economia e pensar no futuro das próximas gerações, corrigindo os excessos.

O deputado ressalta que, desde o início do ano, tem promovido encontros com diversos segmentos da sociedade para ouvir a opinião das pessoas e que apoiará tudo o que for de interesse da população e do país, que seja justo, que retire privilégios e que ajude a melhorar a qualidade de vida das pessoas e das famílias.

1 comentário

Luiz
Comentou em 23/05/19

Deputado tito é um fanfarrão Maria vai com as outras votou contra as medidas de Moro para acompanhar esta esquerda podre deste país que aqui na Bahia onde tem Maria de quilombolas e indígenas e afros descendente que detestam carteira de trabalho preferem sugar o dinheiro do contribuinte com acistencialismo dos governos esquerdistas .

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.