Comissão de Agricultura aprova requerimento de Tito para Audiência Pública da ocupação irregular de terras na região Oeste

A intenção é ouvir as partes envolvidas, principalmente as autoridades competentes para buscar uma pacificação social na região

Em 27/03 de 2019

A Comissão de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, na Câmara dos Deputados, aprovou por unanimidade na reunião desta quarta-feira (27), o Requerimento do deputado federal Tito, que solicita a realização de uma Audiência Pública para discussão de ocupação irregular e grilagem de terras na região de Formosa do Rio Preto no Oeste da Bahia.

O requerimento se justifica pelo fato de que nos últimos anos, os conflitos agrários e a existência de mecanismos sistêmicos de grilagem de terras, têm sido uma prática recorrente na região Oeste, principalmente no município de Formosa do Rio Preto.

A intenção é ouvir as partes envolvidas, principalmente as autoridades competentes para buscar uma pacificação social na região. Tito disse que é preciso discutir e tratar desse problema como de interesse nacional, na medida em que o Oeste da Bahia se configura como uma das mais prósperas e produtivas regiões agrícolas do país.

“Trata-se de uma demanda de suma importância para muitos produtores rurais do Oeste da Bahia, especificamente no município de Formosa do Rio Preto que tem sofrido há décadas com esta instabilidade jurídica, em função de diversas ocupações irregulares e grilagem de terras. Precisamos nessa Audiência, ouvir todas as partes envolvidas, principalmente as autoridades competentes para que possamos dar a nossa contribuição para buscar uma pacificação social na região. Ali existem pessoas que adquiriram suas áreas de boa fé e agora se veem na eminência de perder tudo que se construiu. Estou em defesa de todos os produtores que precisam desse apoio institucional para proteção das suas atividades e dos empregos que geram em toda essa região”, declarou Tito.

Veja o discurso do deputado no vídeo abaixo

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.