Antônio Henrique Junior solicita ampliação do Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Corrente

Na indicação que endereçou ao Governador, o deputado descreve que o CETEP, além da formação de profissionais nas áreas de Recursos Naturais, Infraestrutura e Saúde, atua em projetos e na qualificação de mão-de-obra básica

Em 18/02 de 2020

Ascom Deputado Antonio Henrique Junior (PP)

A ampliação do Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Corrente (CETEP), com a construção de um vestiário, um campo Society, um auditório e a cobertura da quadra existente, está sendo pedida ao Governo do Estado pelo deputado Antônio Henrique (PP).

Na indicação que endereçou a Rui Costa (PT), o deputado descreve que o CETEP é uma unidade de Ensino Básico e Técnico, que além da formação de profissionais nas áreas de Recursos Naturais, Infraestrutura e Saúde, atua em projetos e na qualificação de mão-de-obra básica, com cursos do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional (Proeja) e do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), “proporcionando a inclusão social em vários setores da economia”.

Segundo Antônio Henrique, o CETEP, em Santa Maria da Vitória, inaugurado há uma década, “apresenta índices satisfatórios de crescimento educacional”, porque proporciona, formação para o ensino médio, qualificação profissional técnica para jovens, adolescentes e adultos. Porém, “visando uma maior qualidade de aprendizado, se faz necessária uma reforma e ampliação dessa unidade educacional, principalmente na área lúdica, tão essencial para formação de disciplina e caráter do jovem”.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.