Antonio Henrique Júnior e vice-governador apresentam potencial agroindustrial da região para grupo de empresários

Em Barra, o deputado e o vice-governador tiveram uma importante reunião com o empresário do Espírito Santo, Aguilar Peterle, do Grupo Peterfrut Agrícola

Em 13/01 de 2020

Ascom Deputado Antonio Henrique Júnior (PP)

No último sábado (11), o deputado estadual Antonio Henrique Júnior (PP) e o vice-governador, João Leão (PP), estiveram na cidade de Barra, onde apresentaram o potencial agroindustrial da região a um grupo de empresários.

O encontro teve o objetivo de demonstrar o potencial do município de Barra para o desenvolvimento da fruticultura, bem como as possibilidades de desenvolvimento das culturas de manga, mangaba e caju e as vantagens que o beneficiamento dessas frutas trará para a economia regional.

Grandes lideranças políticas e populares dos Territórios da Bacia do Rio Corrente e Velho Chico estavam esperando a comitiva no aeroporto. Na oportunidade o parlamentar agradeceu a receptividade e frisou que todo esse apreço estimula a trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento socioeconômico regional.

O deputado ainda em visita à cidade de Barra, com o vice-governador João Leão, o subsecretário de educação da Bahia, Danilo Souza, e o diretor do Centro Multidisciplinar da UFOB/Barra, Jairo Torres Magalhaes, percorreram as instalações do Centro Estadual de Educação Profissional Águas (Escola Técnica) e conversaram sobre a parceria com a Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) para ampliar as condições de formação de mão de obra qualificada nos municípios dos Territórios da Bacia do Rio Corrente e Velho Chico.

Encerrando à visita ao município, Antonio Henrique Júnior e o vice-governador, João Leão, tiveram uma importante reunião com o empresário do Espírito Santo, Aguilar Peterle, do Grupo Peterfrut Agrícola, que afirmou ter planos de ampliar os investimentos em municípios baianos além de Boninal, Barra da Estiva, Mucugê e Piatã.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.