Antônio Henrique Júnior articula ações para desenvolvimento do cacau no cerrado

As novas tecnologias para a produção do cacau no cerrado ampliam as nossas perspectivas de desenvolvimento econômico e abre um leque enorme de possibilidades para pretende investir na área

Em 29/05 de 2019

Uma cultura nobre a ser desenvolvida em áreas da agricultura familiar: este é o objetivo do deputado Antonio Henrique Júnior (PP), trazendo para a Região Oeste os secretários de Estado Josias Gomes (Desenvolvimento Rural), Lucas Costa, (Agricultura), Leonardo Góes (Recursos Hídricos) e o diretor-geral do Instituto Biofábrica de Cacau, Lanns Almeida.

Eles estiveram em um dia de campo, na segunda-feira (27), em Riachão das Neves, para conhecer a experiência que está sendo desenvolvida com a cultura do cacau no cerrado baiano. O produtor Antelmo Pinto Farias demonstrou a viabilidade da alta produtividade na região e apresentou alguns produtos derivados do cacau que estão em fase de desenvolvimento.

O próximo passo é a elaboração de um plano de ação para o fortalecimento da cultura no oeste baiano, começando com a solicitação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para possibilitar a expansão do cultivo do cacau, inclusive em áreas da agricultura familiar.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.