Ex-diretor do Detran Barreiras é detido pela Operação Oeste Legal; veja o vídeo

Outros acusados são presos armados na operação contra grilagem de terra

Em 25/08 de 2016

Quatro pessoas foram presas na operação contra grilagem de terras no oeste baiano na manhã desta quinta-feira (25). Getúlio Vargas da Fonseca, o Getulhão, e Luís Rosas Filho, o Lulinha, (chegou a ser pré-candidato em Santa Rita de Cássia) foram presos com posse ilegal de armas, quando eram conduzidos para depoimento.

Os outros dois presos com porte de armas são ligados aos dois citados e não foram ainda identificados. A operação é conduzida pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil, após determinação da Vara do Crime Organizado do Tribunal de Justiça da Bahia.

Conforme informações do diretor do Draco, Jorge Figueiredo, foram cumpridos cinco mandados de condução coercitiva. Além de “Getulhão”, foram obrigados a prestar depoimento, Getúlio Vargas da Fonseca Filho, Mário Eduardo Mignot, Luís Rosas Filho e Getúlio Cardoso Reis, o “Capitão Getúlio”, este último, autuado em Salvador.

.

.

Veja o vídeo do momento da autuação do Capitão Getúlio

Os dois primeiros são filhos de “Getulhão”, que já foi preso em uma operação “Mercadores” da Polícia Federal, em 2010, no Piauí. Vale ressaltar que Mignot é secretário de meio ambiente do município de Formosa do Rio Preto, e presidente municipal do PTB.

Ainda conforme o delegado Jorge Figueiredo, são cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, sendo oito em Barreiras, e o restante nas cidades de Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia. As ações têm apoio da Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) de Barreiras e cartórios judiciais das cidades citadas.

Fonte: Rede Record/Francis Juliano/Bahia Notícias

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.