24/dezembro/2018- Atualizado em 24/12/2018 12:40:57

O que vale mais a pena na compra de imóvel? Na planta, pronto ou usado

Maria Carol

Imagem meramente ilustrativa | Foto: Reprodução Pexels

Comprar um imóvel ainda é uma atitude comum para quem quer investir, isso sem falar nas pessoas que adquirem seu bem com o intuito de moradia, buscando aproveitar seu imóvel próprio e não lidar mais com os custos de aluguel. Porém, a mesma dúvida surge na hora de escolher o ativo: pronto, usado ou na planta?

O que é cada tipo de imóvel?
Para que isso possa ser respondido da melhor maneira e facilitar a decisão do comprador, é necessário primeiramente entender o que significa cada um dos tipos apontados e o que o futuro proprietário poderá encontrar após a compra.

1 – Pronto
O imóvel é considerado pronto quando sua construção já foi finalizada e ele poderá ser ocupado imediatamente ou no máximo em um ou dois meses. Entretanto, vale salientar que entram nessa categoria somente os imóveis novos, ainda não utilizados por nenhum proprietário anterior.

Nesse caso, há a vantagem de o imóvel estar intocado, pronto para ser habitado e também revendido, no caso de um investimento. Isso é muito bom, mas tem alguns problemas, cujos principais envolvem o fato de ser um novo empreendimento do qual se sabe pouco. Seu preço é maior e nem sempre as condições de parcelamento são as mais facilitadas.

2 – Usado
São considerados imóveis prontos usados aqueles que já foram ocupados anteriormente por outros proprietários. Eles podem ser seminovos caso sua obra tenha sido concluída entre dois ou três anos atrás, ou muito mais antigos que isso. Alguns, inclusive, chegam a décadas desde a construção.

Os apartamentos seminovos têm a vantagem de já apresentarem algumas características dos imóveis mais recentes, como material e estilo de construção. Já os mais antigos, sem dúvida sofrem desgastes com o tempo e podem oferecer equipamentos com mais tempo de uso e até mesmo problemas na estrutura.

3 – Na Planta
Conhecido no mercado imobiliário também como lançamento, o imóvel na planta é avaliado pelo futuro comprador somente em um projeto escrito e, por exemplo, uma maquete. O empreendimento, nesse caso, ainda não foi iniciado e tudo se encontra na etapa inicial. Ou seja: não há como conhecer propriamente nenhum ambiente.

O apartamento na planta pode até se tratar de uma possibilidade interessante, isso porque as opções de pagamento são mais flexíveis e o financiamento, por exemplo, pode ser facilitado. Porém, a obra pode ter problemas e a entrega pode ser atrasada por tempo indeterminado, sem falar que sempre há a chance de o resultado final do empreendimento não agradar ao comprador.

Posso financiar qualquer imóvel?
A resposta é sim. É possível financiar qualquer imóvel desde que o financiamento imobiliário seja aceito por uma instituição financeira. Entretanto, devido aos pormenores de cada tipo de imóvel existe a chance de ser mais fácil ou difícil conseguir a liberação do crédito.

Vale a pena pesquisar e entender as fases e taxas envolvidas nos financiamentos, para então bater o martelo naquele que valer mais a pena. Isso, entretanto, dependerá somente das condições e preferências do comprador, além dos objetivos pretendidos com a compra.

Tanto o financiamento quanto o tipo de imóvel precisam ser do gosto do futuro proprietário. Deve haver muita pesquisa e a renda deve sempre ser estudada anteriormente, para evitar problemas futuros. Verifique todos os detalhes e feche um pacote com o melhor imóvel e as melhores condições para você!

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!