Governador entrega restaurações de patrimônio cultural no município de Barra

O Palácio Episcopal e a Catedral de São Francisco das Chagas localizados no município de Barra, no oeste baiano, foram totalmente restaurados. Nessa quinta-feira (3), o governador Jaques Wagner entregou os imóveis que foram reformados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (Secult). As obras nos dois […]

Em 04/10 de 2013

teste-internoO Palácio Episcopal e a Catedral de São Francisco das Chagas localizados no município de Barra, no oeste baiano, foram totalmente restaurados. Nessa quinta-feira (3), o governador Jaques Wagner entregou os imóveis que foram reformados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (Secult).

As obras nos dois imóveis duraram cerca de três meses, com investimento no valor de R$ 444 mil, totalizando 1.998,50 metros quadrados de área beneficiada. Foram realizadas melhorias dos revestimentos, pinturas de paredes, recuperação de coberturas e esquadrias em todos os cômodos do Palácio, que reúne alojamentos, refeitório, cozinha, capela, residência episcopal e a cúria diocesana. Os mesmos serviços beneficiaram a Catedral. Segundo especialistas do Ipac, os dois imóveis, localizados na Praça Barão de Cotegipe, de Barra, e com características dos meados do século 19, detêm notável mérito arquitetônico. A Catedral possui tratamento neoclássico e o Palácio possui influência eclética.

O governador Jaques Wagner disse que “a visita serve para comemorar o centenário da diocese de Barra, rever Dom Luiz Cappio (bispo) e o Palácio Episcopal, que tem muito valor para a fé, e também grande valor arquitetônico, histórico e cultural para o povo de Barra”.

Fonte: Secom Bahia

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.