Embasa promove ação educativa em Angical, no oeste da Bahia

A Embasa promoveu, na quinta-feira (6) uma ação socioambiental nas instalações da estação de tratamento de água (ETA) de Angical, no oeste do estado. Durante a manhã, cerca de 100 estudantes da rede municipal de ensino, com idades entre 8 e 12 anos, conheceram o processo de tratamento realizado na ETA. Ao final da visita, […]

Em 10/08 de 2015
Foto: Ascom Embasa/Barreiras

Foto: Ascom Embasa/Barreiras

A Embasa promoveu, na quinta-feira (6) uma ação socioambiental nas instalações da estação de tratamento de água (ETA) de Angical, no oeste do estado. Durante a manhã, cerca de 100 estudantes da rede municipal de ensino, com idades entre 8 e 12 anos, conheceram o processo de tratamento realizado na ETA. Ao final da visita, profissionais da área social da empresa aplicaram um jogo com perguntas e respostas, com direito a brindes e material educativo para as crianças.

Ao acompanhar a turma da Escola Roskilde de Oliveira e Silva, a professora Conceição da Silva Gonçalves, explicou que a visita foi importante para conhecer como a água chega às torneiras das casas. “Os alunos ficaram maravilhados durante a visita. A Embasa esteve em nossa escola apresentando uma palestra e este momento complementou o que já foi desenvolvido na atividade anterior, mas de forma prática”.

Os estudantes da Escola Municipal Dourival Guimarães Passos participaram pela primeira vez do projeto desenvolvido pela área social da Embasa. Segundo o coordenador, Joacir Silva do Nascimento, a visita fecha um ciclo do projeto pedagógico da escola, que no primeiro semestre trabalhou o projeto “Água e Saneamento”. “Esta parceria é essencial para que os estudantes possam valorizar a água e evitar o desperdício, levando também estes ensinamentos para as suas casas”, afirma. O sistema de abastecimento de Angical abastece um total de 2,1 mil imóveis, beneficiando aproximadamente 10,5 mil habitantes em todo o município.

Ascom Embasa

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.