Embasa integra projeto sobre água desenvolvido em escola de Wanderley, no oeste da Bahia

Ascom Embasa A Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SHIS), realizou na última quarta-feira, 11, duas palestras e distribuição de material educativo sobre consumo racional de água no município de Wanderley, no Oeste da Bahia. Cerca de 350 estudantes do ensino fundamental e médio do […]

Em 15/03 de 2015

Ascom Embasa

01A Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SHIS), realizou na última quarta-feira, 11, duas palestras e distribuição de material educativo sobre consumo racional de água no município de Wanderley, no Oeste da Bahia. Cerca de 350 estudantes do ensino fundamental e médio do Colégio Estadual Antônio Inácio de Oliveira participaram da atividade. A ação integra o projeto pedagógico da instituição intitulada “Água: um tesouro ameaçado no mundo”. Foram abordadas na apresentação a importância do tratamento e da qualidade da água e formas de utilizar a água sem desperdícios no dia-a-dia.

Além de ganhar um brinde em um jogo de perguntas e respostas, a estudante Alice Souza Motta, do 2º ano do nível médio, gostou das palestras e da preocupação da escola pelo uso correto da água. “Estamos com falta de água em vários locais, como no Nordeste e agora em São Paulo. Por isto, é importante a preocupação em economizar a água”, diz. A estudante Morgânia Conceição Bastos, do 2º ano do nível médio, parabenizou a Embasa pela dinâmica da palestra e acredita que as informações vão ajudá-la nas próximas atividades do projeto. “Não sabia sobre os produtos adicionados pela Embasa para tratamento da água. Mais um motivo para que as pessoas não desperdicem água”.

A diretora Elenice Clara de Oliveira acredita que as informações servirão para sensibilizar também os familiares no combate ao desperdício de água. Em relação ao projeto pedagógico, a palestra vai incentivar o melhor desenvolvimento na temática de maneira transversal no conteúdo das disciplinas. “Queremos que os nossos alunos reflitam sobre a quantidade de água disponível e o modo irresponsável do seu uso”, afirma. A Embasa continua apoiando a ação com uma futura ação de visita dos estudantes à Estação de Tratamento de Água localizada no povoado do Pixaim, em Muquém, que capta água do rio São Francisco.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.