Espanha e a Covid-19: 26.834 mortos e mais de 235 mil contagiados

A rápida propagação de casos em março, levou o Congresso a aceitar a prorrogação do Estado de Alarme

Em 25/05 de 2020

Sandra Cristina | Correspondente na Espanha

O novo coronavírus (COVID-19) deixa já 235 mil casos de contágios na Espanha e 26.834 mortos, depois da retificação que foi feita hoje, pelo Ministério da Saúde, a respeito dos casos de vítimas fatais, cifra que baixou em 372 e quase 2 mil respectivamente porque foram descartados os casos que eram apenas suspeitos e não confirmados por PCR. O Ministério oferecia dados diários de contágios, mortes e recuperados desde o início da crise, mas em 18 de maio, com grande parte do país em plena ‘desescalada’, optou por um novo sistema de notificação de casos concentrados na detecção precoce e no seguimento de novos casos.

A última cifra de recuperados disponíveis corresponde a 150.376 pacientes datada de 18 de maio, de modo que não existe informação sobre os casos ativos atualmente neste país. Ainda que o incremento de contágios é pouco a pouco mais lento, Espanha superava o número de afetados da Itália. A rápida propagação de casos em março levou ao Congresso a aceitar a prorrogação do Estado de Alarme, um mecanismo ativado pela terceira vez em democracia, até uma quinta, que está com a data marcada para até o dia 7 de junho.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.