Casal pode ser condenado a 15 anos de prisão por fazer sexo em praia

Correio24h O casal de americanos foi considerado culpado por praticar atos lascivos em lugares públicos. Banhistas e crianças teriam testemunhado relação Um casal americano pode ser condenado a cumprir 15 anos de prisão após ser flagrado fazendo sexo em uma praia na Flórida, nos Estados Unidos. Elissa Alvarez, de 20 anos, e Jose Caballero, 40, […]

Em 06/05 de 2015

Correio24h

O casal de americanos foi considerado culpado por praticar atos lascivos em lugares públicos. Banhistas e crianças teriam testemunhado relação

Casal pode ser condenado a 15 anos de prisão por fazer sexo em praia nos EUA | Foto: Reprodução/Twitter Amanda Castillo

Casal pode ser condenado a 15 anos de prisão por fazer sexo em praia nos EUA | Foto: Reprodução/Twitter Amanda Castillo

Um casal americano pode ser condenado a cumprir 15 anos de prisão após ser flagrado fazendo sexo em uma praia na Flórida, nos Estados Unidos. Elissa Alvarez, de 20 anos, e Jose Caballero, 40, foram presos em julho de 2014 por estarem mantendo relações sexuais na frente dos frequentadores da praia Bradenton Beach. O ato teria sido testemunhado pelos banhistas – muito deles crianças.

O casal negou a acusação, e segundo o jornal Bradenton Herald, alegou que Elissa estava apenas “dançando” no colo do namorado para acordá-lo. No julgamento da dupla, nesta última segunda-feira, 4, um vídeo gravado em um celular registrou o ato.

No fim, o júri demorou somente 15 minutos para condenador o casal pelos crimes de “comportamento exibicionista e lascivo”. Em coletiva no final do julgamento, o Procurador do Estado da Flórida, Anthony Dafonseca, comentou a condenação. “Eu não acho que o júri teve alguma dúvida de que houve sim uma relação sexual”, disse.

“Nós estamos lidando com turistas nas nossas praias públicas. Então você quer ter certeza de que esta atitude não é algo que será ignorado. E agora é de conhecimento público o a comunidade daqui vai tolerar ou não”, comentou Dafonseca.

A sentença oficial do casal ainda não foi deliberada, mas a pena máxima por este tipo de crime é de 15 anos de prisão. Segundo o Procurador, a intenção é que o Estado peça para que a corte decrete a pena máxima para Caballero, que já tinha sido preso anteriormente por envolvimento com o tráfico de cocaína. Já a namorada dele receberia uma sentença mais leve por não ter sido presa anteriormente.

Além da prisão, o casal também deverá ser incluído no registro oficial de agressores sexuais dos estados Unidos. A mãe de Caballero mantém que ele é um homem bom. “Existem outros criminosos por aí que deveriam nos preocupar, e que ainda estão soltos, pessoas que fizeram coisas piores”, disse a americana, que preferiu não se identificar, durante uma coletiva após a condenação do filho.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.