Suspeito de estrangular menina de 9 anos, padrasto rouba táxi

R7 Garota está internada. Mãe diz que padrasto passava tardes com a filha E.N.O., de 9 anos, foi esfaqueada e estrangulada dentro da casa em que morava, no Parque das Américas, em Mauá, afirmou a Polícia Civil. O principal suspeito é o padrasto, detido por roubar um táxi logo após o caso. De acordo com […]

Em 06/08 de 2014

R7

Garota está internada. Mãe diz que padrasto passava tardes com a filha

Menina está na UTI após ser agredida | Reprodução Rede Record

Menina está na UTI após ser agredida | Reprodução Rede Record

E.N.O., de 9 anos, foi esfaqueada e estrangulada dentro da casa em que morava, no Parque das Américas, em Mauá, afirmou a Polícia Civil.

O principal suspeito é o padrasto, detido por roubar um táxi logo após o caso.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a menina está internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Estadual de Diadema. Seu estado de saúde é estável.

O crime ocorreu na terça-feira, 5. Uma faca sem o cabo e toda suja de sangue foi achado no interior da casa.

A versão de Cristiane dos Santos Nascimento, mãe de E., é que o padrasto estava desempregado e costumava ficar em casa durante o dia com as crianças: além de E., uma menina de dois anos, outro garoto de 13 anos. Cristiane diz ter visto, quando chegou em casa no final do dia, a filha de dois anos, sem roupa, e chorando sozinha no sofá da sala.

Ela chamou pelo padrasto, que não respondeu.

Cristiane afirma, segundo a polícia, que correu então para o quarto. Mas o cômodo estava trancado. Ela pediu ajuda para arrombar a porta. Quando abriu, viu que E. estava jogada no chão, com marcas de socos no rosto e suja de sangue.

Ela socorreu a menina para o hospital mais próximo.

A polícia diz que localizou o padrasto pouco depois, em um táxi roubado. Ele havia sofrido um acidente com o carro. E acabou detido pelo roubo.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.