PIX: Entenda o que é e como funciona esse novo sistema de pagamento

O novo sistema de pagamento instantâneo deve começar a funcionar, de forma plena, no dia 16 de novembro. Saiba mais!

Em 06/11 de 2020

O novo sistema de pagamento desenvolvido pelo Banco Central, o PIX, foi anunciado em fevereiro e deve começar a funcionar, de forma plena, no dia 16 de novembro de 2020. Essa nova forma de pagamento ganhou o noticiário porque promete revolucionar o modo de realizar transições bancárias no Brasil. Por isso, é fundamental entender o que é e como funciona esse sistema de pagamento, para não ter dúvidas quando for utilizá-lo.

O que é PIX?

O PIX é o novo sistema de pagamentos instantâneo capaz de realizar transferências e pagamentos em apenas alguns segundos, sem restrições de quantia, horário ou dia da semana, ou seja, ele vai funcionar durante 24h e nos sete dias da semana.

Além de executar transferências e pagamentos de maneira mais fácil e eficiente, o PIX tem a grande vantagem de realizar essas transações de forma gratuita, o que é outra vantagem em comparação aos tradicionais TEDs e DOCs que são realizados pelos bancos. De acordo com o Banco Central, em apenas alguns casos essas transações financeiras serão tarifadas, e ainda sim com um baixo custo.

Todas essas vantagens são possíveis porque o sistema de pagamentos PIX não utiliza intermediários entre as contas. Por isso, o dinheiro sai de uma conta e vai para a conta destino em apenas alguns segundos.

Para utilizá-lo, basta digitar a chave PIX da pessoa que vai receber o valor, sem a necessidade de digitar outros dados da conta. Além disso, também é possível pagar contas de água, luz, impostos e realizar pagamentos a lojas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais utilizando o PIX.

O que são as chaves PIX?

As chaves PIX são apelidos utilizados para se referir aos dados que você precisará passar para outra pessoa ou receber de alguém para realizar essas transações financeiras. Essas chaves substituem os tradicionais CPF, números da agência e conta corrente, que geralmente são utilizados para realizar as operações financeiras.

Mas as chaves PIX são mais simples, porque são compostas por apenas uma sequência de informações, tornando o processo de transferência mais fácil. Essa sequência pode ser o CPF ou CNPJ, número do celular, e-mail ou uma chave aleatória fornecida pelo sistema bancário. Com qualquer um desses dados, é possível realizar o pagamento ou transferência via PIX.

Vale lembrar que cada pessoa física tem direito de cadastrar até cinco chaves PIX sob sua titularidade, enquanto cada pessoa jurídica pode ter até 20 chaves.

Como fazer o cadastro

Para fazer o cadastro, pessoas físicas e jurídicas precisam ter uma conta (conta corrente, poupança ou de pagamento) num banco, fintech ou plataforma de pagamentos.

O registro pode ser realizado através dos próprios canais do banco no qual a pessoa possui a conta, como o internet banking ou o aplicativo, nos quais será necessário procurar pela seção PIX para realizar o cadastro. Mas, no momento, como o PIX ainda é novo, as instituições financeiras estão deixando uma chamada para o registro da chave PIX logo quando a pessoa abre o app ou o internet banking.

Vale lembrar que, no momento do registro, o cliente será solicitado a escolher qual das chaves PIX deseja utilizar no cadastro (CPF ou CNPJ, número do celular, e-mail ou uma chave aleatória). Assim, toda vez que ele for realizar uma transação financeira através do PIX, terá que utilizar uma das suas chaves cadastradas.

Após da definição da chave e do consentimento para a realização do cadastro, o banco vai enviar essa informação para o Banco Central, que irá finalizar o cadastro no seu sistema.

Para saber mais, acesse o site do Banco Central e confira outras informações sobre o funcionamento do PIX.

Seja integrante de nossos grupos de WhatsApp!
Falabarreiras Notícias 01
Falabarreiras Notícias 02
Falabarreiras Notícias 20

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.