Oziel Oliveira torna a defender a votação do Piso Salarial dos Agentes de Saúde

Mais uma vez o deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), usou a tribuna da Câmara dos Deputados, na tarde dessa terça-feira (12), para cobrar o compromisso dos líderes partidários e do presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves, a votação imediata do PL 7495/06, que cria o piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde. Segundo o […]

Em 13/11 de 2013

-01Mais uma vez o deputado federal Oziel Oliveira (PDT-BA), usou a tribuna da Câmara dos Deputados, na tarde dessa terça-feira (12), para cobrar o compromisso dos líderes partidários e do presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves, a votação imediata do PL 7495/06, que cria o piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde.

Segundo o parlamentar, o movimento dos agentes é justo e merecem o respeito de todos os parlamentares.

– Há sete anos esse tema é discutido na Câmara, não podemos admitir que seja adiado novamente. Não basta só o programa “Mais Médicos” criado pela presidente Dilma e votado por essa Casa. A atuação do trabalho desses agentes são complementares ao trabalho dos médicos, especialmente, nas grandes periferias e no interior deste país, contribuindo de maneira muito significativa nas políticas públicas na área da saúde. Portanto, quero me solidarizar com a categoria e dizer que a podem contar com meu apoio incondicional – Declarou Oziel Oliveira.

Oziel recebeu também em seu gabinete representantes e diretores do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias do Oeste da Bahia (Sind-ACS/Oeste), entres eles o coordenador geral da entidade, Gilvan Ferreira, Karla Ribeiro, Luciano Pereira, Ednalva bastos, Verdiano Vieira e Emerson Alves. Na ocasião, o deputado se comprometeu a defender insistentemente os interesses da categoria na Câmara dos Deputados.

Vale lembrar que a pauta de votação do plenário está trancada por dois projetos com urgência constitucional enviado pelo Poder Executivo, ou seja, nenhum projeto de lei pode ser apreciado enquanto não votar essas matérias, a menos que o Governo retire a urgência.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, afirmou durante a sessão, que foi feito acordo com todos os líderes partidários para votar, na próxima terça-feira (19), os projetos com urgência constitucional e, em seguida, com ou sem acordo votar o projeto que cria o Piso dos Agentes de Saúde, mantendo assim a altivez do Poder Legislativo.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.