Homem estupra filha de 12 anos em frente aos irmãos

Da redação* Com mulher no hospital, homem estupra filha de 12 anos em frente aos irmãos, e segundo testemunhas, que ele obrigava a menina a dizer que era namorada dele A Polícia Civil prendeu um homem de 34 anos suspeito de ter estuprado a própria filha, de 12, na frente dos irmãos em Guarapuava, no […]

Em 11/06 de 2015

Da redação*

Com mulher no hospital, homem estupra filha de 12 anos em frente aos irmãos, e segundo testemunhas, que ele obrigava a menina a dizer que era namorada dele

Fotos: Reprodução/ Rede Record

Fotos: Reprodução/ Rede Record

A Polícia Civil prendeu um homem de 34 anos suspeito de ter estuprado a própria filha, de 12, na frente dos irmãos em Guarapuava, no Paraná. O homem teria aproveitado a ausência da mulher para abusar sexualmente da menina. A esposa na última quinta-feira (4) andava passando mal, pediu ao marido que a levasse para o hospital. O casal estava junto há 17 anos.

Na hora do crime, o pai retirou o filho mais novo, de seis meses, do colo da filha, o colocou no berço e o cobriu com uma manta. Na casa, também estava o irmão de cinco anos. O irmão mais velho dela, de 14 anos, não estava na residência. Segundo a família, o adolescente havia comprado uma faca para matar o pai porque desconfiava de que ele queria abusar da menina. A garota disse que, antes do estupro, o pai tentou abusar dela outras duas vezes, mas ela conseguiu escapar.

Relatos de testemunhas também apontam que o homem saía de casa de mãos dadas com a filha e a obrigava a dizer no supermercado que era namorada dele.

Os irmãos da vítima presenciaram a cena e foram ameaçados pelo pai com uma marreta. Ele disse que se eles contassem o que havia ocorrido, ele mataria todos.

No dia seguinte, a mulher recebeu alta e estranhou o comportamento dos filhos. Depois que o homem foi trabalhar, eles contaram o que aconteceu. A mãe, então, procurou a polícia.

Segundo a delegada responsável pelo caso, a polícia pediu a prisão preventiva do suspeito. A violência sexual foi comprovada por meio de exames realizados no Instituto Médico Legal. O suspeito negou a autoria do crime.

*Com informações do R7

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.