Wagner diz que a Bahia é campeã nos investimentos públicos de várias áreas desde 2007

“Não tenho dúvida, e me orgulho muito disso, de ter dado tudo de mim até agora, e vou continuar até o final do ano, deixando a Bahia cada vez mais preparada para cada dia gerar mais emprego, mais desenvolvimento e mais tranquilidade para nossa gente”. É o que declara o governador Jaques Wagner, no seu […]

Em 04/02 de 2014

01“Não tenho dúvida, e me orgulho muito disso, de ter dado tudo de mim até agora, e vou continuar até o final do ano, deixando a Bahia cada vez mais preparada para cada dia gerar mais emprego, mais desenvolvimento e mais tranquilidade para nossa gente”. É o que declara o governador Jaques Wagner, no seu programa de rádio desta terça-feira (4), ratificando o que afirmou durante a leitura da sua mensagem na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia na segunda (3).

Na ocasião, ele fez um balanço dos últimos sete anos de gestão, quando, como afirmou, o Estado da Bahia se tornou “campeão em investimento em água e saneamento, estrada, universidades, ensino médio profissionalizante, geração de emprego, contratação de novos policiais”, entre outras áreas.

Wagner destaca ainda no programa os resultados da viagem que realizou, na semana passada, ao Japão e à China, “quando plantamos boas sementes para atrair novos investimentos”, e da entrega de estradas recuperadas interligando os municípios de Itaberaba e Rui Barbosa, no último final de semana.

Também informa sobre as visitas que fará, nos próximos dias, a Guajeru, Monte Santo e Quijingue – para entregar obras nas áreas de saneamento, habitação -, e nesta terça à obra de ligação direta da Avenida Luís Eduardo Magalhães com os bairros do Stiep e Boca do Rio, que integra o Complexo Viário Imbuí-Narandiba.

O governador disse aos parlamentares e autoridades presentes na Assembleia Legislativa que a Bahia captou nos últimos anos mais de 500 novos investimentos, “entre empresas novas e se ampliando”. Na área de infraestrutura, ele destacou a construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e a duplicação de estradas, “que estão por vir”.

Viagem internacional
O governador também enfatiza no programa a busca de mais investimentos para o Estado no Japão, onde visitou, na cidade de Sakaide, o estaleiro da Kawaaki. Lá, segundo ele, para sua “alegria”, encontrou 24 jovens baianos do Estaleiro Enseada do Paraguaçu (EEP) se capacitando na tecnologia japonesa “para quando tivermos a inauguração aqui eles possam já estar trabalhando”.

Segundo Wagner, foi conversado com a Kawasaki sobre a possibilidade da empresa se instalar na Bahia – “já que nós queremos fazer um polo naval ancorado nesse estaleiro – e trazer outras empresas na cadeia produtiva da produção dos navios de sonda, dos navios para a Petrobrás”.

Na China, o contato foi com mais uma empresa de automóveis, Byke, a quarta maior produtora de automóveis do País. Nos próximos meses, informa o governador, deve chegar à Bahia uma comitiva para reunião sobre o assunto. Ele também visitou a cidade de Chongqing, para pressionar pela aceleração da implantação “de uma grande esmagadora de soja chinesa, a chamada Mundo Verde”, no município de Barreiras, no oeste baiano.

Estrada ampliada
O Conversa com o Governador também destaca a melhoria e ampliação da malha rodoviária de Estado. No final de semana, Wagner entregou 35 quilômetros de estrada recuperada, interligando os municípios de Itaberaba e Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina.

O investimento de quase R$ 24 milhões, “sonhado há mais de 50 anos”, beneficia 140 mil pessoas e é uma “alternativa para pegar a BR-242 para Barreiras ou a Estrada do Feijão, que vai até Xique-Xique. Eu creio que é mais uma etapa de tanto trabalho que a gente tem feito na área de rodovias e estradas aqui na Bahia”. Em Ruy Barbosa, ele também assinou o convênio para adequação do mercado municipal.

Complexo Viário
Wagner informa também que, nesta terça-feira, vai visitar a obra de construção do complexo viário Imbuí-Narandiba, especialmente o trecho da ligação direta da Avenida Luis Eduardo Magalhães com os bairros do Stiep e Boca do Rio. “Tanto o Imbuí, quanto a [Avenida] Pinto de Aguiar, e o Viaduto de Narandiba são obras do nosso governo que contribuem muito para [melhorar] essa questão, que é tão grave hoje, de mobilidade urbana, principalmente nas grandes capitais como Salvador, a terceira maior do País”.

O governador diz não ter dúvidas de que a Via Expressa Baía de Todos-os-Santos, o complexo viário na saída do aeroporto e a duplicação da [rodovia] CIA-Aeroporto têm contribuído para desafogar e melhorar o complexo trânsito de Salvador e região metropolitana, particularmente de Lauro de Freitas.

“Então, essa visita é para ver como as obras estão indo. Graças a Deus, elas estão avançadas, tanto a do Imbuí quanto da Pinto de Aguiar, que eu visitei a aproximadamente 15 dias atrás. Espero poder entregar essas obras ainda em 2014, antes de me afastar do governo”.

Abastecimento
Jaques Wagner informa ainda no programa a entrega, nesta quarta-feira (5), do sistema integrado de abastecimento de água do município de Guajeru, no centro sul baiano, um investimento de R$1,8 milhão, que beneficiará 5,5 mil pessoas.

Na sexta (7), ele vai a Monte Santo, no nordeste, para entregar 200 unidades do Loteamento Serra da Santa Cruz, um investimento de aproximadamente R$ 10 milhões. “Com certeza, será uma festa para mais famílias, que passam a ter o seu endereço, a sua casa própria, através do programa Minha Casa, Minha Vida”.

No mesmo dia e região, Wagner segue para Quijingue para inaugurar também o sistema de abastecimento de água, que atenderá a vários povoados. São obras que compreendem tanto a captação quanto a adução de mais de 20 mil metros de linha, com investimento total de R$ 1,7 milhão e população beneficiada de aproximadamente quatro mil pessoas.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.