Técnicos da ADAB promovem treinamento para defesa agropecuária de outros estados

Profissionais da Bahia, Sergipe, Pará e Piauí participaram do treinamento prático para atuação na vigilância epidemiológica da raiva

Em 18/10 de 2019

A ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) capacitou, essa semana, duas turmas em diferentes regiões do Estado através do Programa de Controle da Raiva dos Herbívoros. Os municípios de Paulo Afonso e Juazeiro receberam na terça (15) e na quinta-feira (17) médicos veterinários da saúde pública e do setor privado. Profissionais da Bahia, Sergipe, Pará e Piauí participaram do treinamento prático para atuação na vigilância epidemiológica da raiva, considerada a mais importante zoonose do mundo pelo alto poder letal em humanos e pelo elevado custo para profilaxia, com vacinas e soros e perda de animais na área rural.

O trabalho em Juazeiro foi acompanhado pelo diretor-geral da ADAPI (Agência de Defesa Agropecuária do Piauí), José Genilson Sobrinho. “A ADAB nos convidou e podemos atestar a expertise dos técnicos baianos. Nossos três veterinários, um deles o Gerente de Defesa Sanitária Animal, vão aplicar os conhecimentos adquiridos ao chegar no Piauí. Em seguida, vamos levar um dos especialistas para fazer a capacitação in loco”, elogia Genilson.

As duas turmas com 55 participantes ampliam o sistema de detecção dos casos, a prevenção e o combate à doença. “A cada quinze minutos, uma pessoa morre vítima da raiva, segundo dados da Organização Mundial de Saúde. O treinamento dos técnicos junto com as ações educativas desenvolvidas pela ADAB colabora para o fortalecimento da vigilância, reduzindo as ocorrências e atenuando o impacto na saúde pública, especialmente entre os pequenos produtores rurais”, ressalta o Coordenador do Programa de Controle da Raiva na Bahia, José Neder.

Entre maio e outubro, aconteceram 10 treinamentos, para atendimento de Unidades Veterinárias. Em Paulo Afonso, participaram um Auditor Fiscal Federal Agropecuário (AFFA) de Sergipe, e a Coordenadora Estadual do Programa de Controle da Raiva dos Herbívoros do Pará.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.