“Paulo Souto deveria pedir desculpa ao povo”, diz Rui Costa

Paula Pitta | A Tarde A entrevista do candidato do PT à sucessão ao governo estadual, Rui Costa, ao programa “Que Venha o Povo”, da TV Aratu, nesta segunda-feira, 28, foi marcada pelo tom crítico. “O ex-governador (Paulo Souto) não tem credibilidade para falar de segurança”, disse o deputado federal durante a entrevista, que faz […]

Em 28/07 de 2014

Paula Pitta | A Tarde

Rui Costa (PT) foi o primeiro ouvido em série de entrevistas com candidatos | Foto: Margarida Neide/Ag. A TARDE

Rui Costa (PT) foi o primeiro ouvido em série de entrevistas com candidatos | Foto: Margarida Neide/Ag. A TARDE

A entrevista do candidato do PT à sucessão ao governo estadual, Rui Costa, ao programa “Que Venha o Povo”, da TV Aratu, nesta segunda-feira, 28, foi marcada pelo tom crítico. “O ex-governador (Paulo Souto) não tem credibilidade para falar de segurança”, disse o deputado federal durante a entrevista, que faz parte do projeto colaborativo Vota Bahia, que reúne os grupos A TARDE, Aratu e Metrópole.

“O ex-governador não tem o direito de criticar. Ele deveria pedir desculpa, porque o número de homicídios nunca cresceu tanto como no governo de Paulo Souto (87%)”, disse Rui Costa, referindo-se às críticas que o democrata teria feito sobre a área de segurança pública no governo de Jaques Wagner.

Rui Costa também alega que o problema é uma “questão nacional” e que ele pretende investir em inteligência para as polícias Civil e Militar e fazer parcerias com os municípios na área de segurança.

O petista disse ainda que Paulo Souto “conhece mais a Bahia, apenas não cuidou”. “Conheço os problemas da Bahia e todos os projetos que estão em andamento, como a ferrovia Oeste-Leste”, falou ele, destacando seu trabalho como secretário de Relações Institucionais no governo atual.

“Fico triste quando ouço baianos, inclusive ex-governadores, criticando esse projeto (da ferrovia), que vai integrar o oeste ao leste, levando emprego para população”, comentou. O petista ainda ressaltou que a ferrovia deve ser interligada à construção do Porto Sul, em Ilhéus, e de um novo aeroporto em Vitória da Conquista.

O petista voltou a endurecer o discurso ao falar do metrô. “O metrô estava parado há 13 anos e o governador tomou o projeto para ele. Já o ex-governador não tomou nenhuma iniciativa”, disse, acrescentando que ele vai dar continuidade ao projeto de ampliação deste transporte para 41 km, chegando até Cajazeiras.

Pesquisa
Rui Costa rejeitou o resultado da pesquisa Ibope que traz ele em terceiro lugar com 8% das intenções de votos, atrás de Paulo Souto com 42% e Lídice da Mata (PSB) com 11%.

“Qual foi a eleição que esse instituto acertou (o resultado na Bahia). Errou em 2006, em 2010 e inclusive em 2012”, disse. O candidato afirmou que não tem percebido rejeição nas ruas. “Eu tenho sentido é muita alegria. O povo dizendo que quer mais”, pontuou.

Ao mesmo tempo que não dá credibilidade à pesquisa Ibope, o deputado federal destaca que a presidente Dilma Rousseff está ganhando nos levantamentos de intenção de voto para a eleição presidencial. “Ela está ganhando no primeiro turno”, disse ele, ao ser indagado sobre uma possível rejeição à petista.

Partido dos Trabalhadores
O candidato nega que tenha evitado, em sua marca de campanha, o vermelho e a estrela do PT por conta de uma suposta rejeição ao partido.

“O vermelho está na minha marca. Tenho orgulho de ter construído o PT. O partido fez uma revolução pacífica e democrática no país. Os erros que tiveram, quem errou está pagando”, disse.

Vota Bahia
Nesta terça, 29, o apresentador Casemiro Neto conversa com Lídice da Mata (PSB) a partir das 11h10, quando começa o programa, e nos dias seguintes com os demais postulantes ao Palácio de Ondina: Paulo Souto (DEM) e Marcos Mendes (PSOL), nesta ordem.

Já na primeira semana de agosto, a partir do dia 4, serão entrevistados os candidatos ao Senado: Otto Alencar (PDS), Eliana Calmon (PSB), Hamilton Assis (PSOL) e Geddel Viera Lima (PMDB).

A partir de 11 de agosto, os questionamentos vão acontecer na Rádio Metrópole e serão conduzidos pelo apresentador Mário Kertész. Inicialmente, o radialista vai conversar com os candidatos ao Senado e depois ao governo do Estado.

O Jornal A TARDE também vai promover sabatinas com os postulantes ao Palácio de Ondina a partir de 1º de setembro.

Por fim, a TV Aratu vai realizar três debates entre os candidatos, sendo dois no primeiro turno e um no segundo. O primeiro evento está marcado para 26 de setembro e envolve os concorrentes à vaga no Senado e, no dia 29 de setembro, para os tentam suceder o governador Jaques Wagner.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.