Dois mil policiais militares já participaram de programa contra estresse

Polícia Militar da Bahia oferece curso com técnicas de respiração que ajudam a lidar com o estresse

Em 08/10 de 2019

Secom Bahia | Foto: Elói Corrêa/GovBA

Desde 2016, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) oferece à tropa um curso com técnicas de respiração que ajudam a lidar com o estresse, tanto na vida pessoal quanto na profissional. O curso é baseado no Happiness Program (‘Programa da Felicidade’, em tradução livre), ministrado pela organização internacional Arte de Viver, que desenvolveu uma abordagem específica para os militares.

“Cerca de dois mil policiais militares já participaram do curso. O efeito do Programa Arte de Viver na corporação tem sido positivo. Os depoimentos são ótimos, os policiais relatam que os benefícios são grandes, tanto para a atividade de policial militar quanto no dia a dia deles com a família e amigos”, destaca a coordenadora do curso Arte de Viver na PMBA, major Claudia Mara.

A policial militar Milena Celina participou de uma das turmas e percebe os benefícios na saúde. “Eu roncava e parei. A minha convivência com meus colegas melhorou, porque a gente fica mais concentrado, calmo e alegre. Foi muito bom”, afirma a cabo.

O coordenador de projetos estratégicos da Arte de Viver, Marcel Queiroz, explica que “o trabalho é específico para o policial militar, no sentido de que o curso é formatado para lidar com algumas questões vividas por ele”. Queiroz acrescenta que “nos cursos regulares, nós também falamos sobre estresse e técnicas para gerenciá-lo, mas, no caso da polícia, nós nos aprofundamos em algumas questões típicas da profissão, para que os profissionais tenham mais qualidade de vida e melhor desempenho profissional”.

Entre os dias 15 e 18 de outubro, uma nova turma com 100 policiais participará do programa. O curso será ministrado na Vila Militar, no bairro do Bonfim, em Salvador.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.