Carinhanha: MPF investiga suposto superfaturamento em contrato de R$ 2 milhões firmado com cooperativa

Segundo informações publicadas no Diário Oficial do Município, o contrato firmado entre a Prefeitura e a COOSB foi de R$ 2.064.934,00

Em 10/07 de 2019

Com informações do Bnews

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito civil para investigar suposta fraude em um pregão eletrônico e superfaturamento na contratação de uma cooperativa de saúde pela prefeitura de Carinhanha, na gestão do ex-prefeito Paulo Elísio Cotrim (PT), conhecido como Paulo da Yonara.

De acordo com o órgão federal, a Cooperativa de Trabalho de Saúde do Brasil (COOSB) foi contratada pelo Executivo Municipal para prestar serviços de saúde hospitalar, atenção básica, vigilância à saúde, Centros de Atenção Psicossocial (Caps), laboratório e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo informações publicadas no Diário Oficial do Município, o contrato firmado entre a Prefeitura e a COOSB foi de R$ 2.064.934,00. O serviço foi prestado entre setembro e dezembro de 2015.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.