‘Bahia é a porta brasileira para investimentos da China’, diz vice-governador em feira internacional chinesa

"Essa cooperação e relação comercial internacional é fundamental para o desenvolvimento, sobretudo para o pós pandemia", João Leão

Em 03/09 de 2020

Ascom/SDE | Foto: Divulgação

Os investimentos chineses na Bahia, como a ponte Salvador-Ilha de Itaparica e o VLT do Subúrbio, foram destacados pelo vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, durante a cerimônia de abertura da Feira Internacional online para Comércio de Serviços China-Brasil (CIFTIS China-Brasil), nesta quinta-feira (03). A solenidade contou com a presença do embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. Na ocasião, Leão representou o governador Rui Costa no evento.

“Aqui na Bahia estaremos sempre dispostos a ser a porta de entrada dos investimentos da China no Brasil. Essa cooperação e relação comercial internacional é fundamental para o desenvolvimento, sobretudo para o pós pandemia. Temos grandes peculiaridades, Brasil e China, e devemos juntos promover a transformação para desenvolver o mundo”, disse Leão.

O vice-governador e titular da SDE falou ainda da nova matriz bioenergética do estado, fomentada na região do Médio São Francisco baiano, com a implantação do Polo Agroindustrial, além dos projetos já licitadas com investimentos da China na Bahia. “Temos a ponte Salvador-Itaparica, que será um grande marco dessa relação de comércio exterior com a China, que vai alavancar diversas regiões da Bahia e servirá de chamariz para outras obras e investimentos aqui no estado”, reforçou.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.