Assembleia Legislativa aprova reforma administrativa do Governo do Estado

Secom Bahia O projeto de lei que estabelece a reforma administrativa do Governo do Estado foi aprovado pela Assembleia Legislativa na noite da quarta-feira, 10. O texto que define a nova estrutura do governo estadual foi elaborado pelo Grupo de Trabalho de Transição Governamental e apresentado aos deputados e à imprensa pelo governador eleito, Rui […]

Em 12/12 de 2014

Secom Bahia

Assembleia Legislativa da Bahia - ALBA | Foto: Carlos Augusto/Jornal Grande Bahia

Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA | Foto: Carlos Augusto/Jornal Grande Bahia

O projeto de lei que estabelece a reforma administrativa do Governo do Estado foi aprovado pela Assembleia Legislativa na noite da quarta-feira, 10. O texto que define a nova estrutura do governo estadual foi elaborado pelo Grupo de Trabalho de Transição Governamental e apresentado aos deputados e à imprensa pelo governador eleito, Rui Costa, no dia 1º de dezembro.

Na nova estrutura serão extintas seis secretarias e criadas outras três, reduzindo de 27 para 24 o número de pastas estaduais. Com a reestruturação de órgãos e a extinção de cargos públicos, as mudanças estimam economia de R$ 200 milhões, ampliando a qualidade dos serviços e modernizando o Estado. O projeto aprovado pela Assembleia também prevê a qualificação da gestão, por meio de indicadores e metas, reforço nos controles internos das secretarias e a eliminação de sombreamentos de competências entre os órgãos.

Clique aqui e confira o Projeto de Lei 21.007/2014.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.