ALBA realiza audiência pública em prol das universidades federais

A atividade contará com a participação de movimentos estudantis, alunos e representantes das universidades federais e do Instituto Federal da Bahia (IFBA) A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) será palco nesta segunda-feira (13), do ato “Defesa das Universidades Federais, Institutos Federais e da Educação e Democracia”. A atividade, acontece no Plenário Orlando Spínola, e contará […]

Em 13/05 de 2019

A atividade contará com a participação de movimentos estudantis, alunos e representantes das universidades federais e do Instituto Federal da Bahia (IFBA)

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) será palco nesta segunda-feira (13), do ato “Defesa das Universidades Federais, Institutos Federais e da Educação e Democracia”.

A atividade, acontece no Plenário Orlando Spínola, e contará com a participação de movimentos estudantis, alunos e representantes das universidades federais e do Instituto Federal da Bahia (Ifba), e conta com o apoio da Associação dos Ex-Alunos da Ufba (Aexa), do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (Assufba), União dos Estudantes da Bahia (UEB) e da União Nacional dos Estudantes (UNE).

A principal pauta do ato é a decisão do Ministério da Educação de cortar 30% da verba destinada às instituições. A Bahia conta hoje com seis universidades federais e com o Ifba, distribuídos nos principais territórios do Estado, que se destacam por serem centros de educação de excelência, apresentando resultados acadêmicos reconhecidos em todo país.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.