Reunião discutirá organização da Romaria de Bom Jesus da Lapa

Neste ano, com o tema “Bom Jesus nos chama a viver e promover a liberdade pelo direito e a justiça”, a Romaria acontece nas primeiras semanas de agosto

Em 10/06 de 2019

Com informações da Secom/MP | Imagem destaque: Festa do Bom Jesus da Lapa 2016 | Reprodução Youtube

O planejamento, a organização e a execução de ações para a “Romaria de Bom Jesus da Lapa 2019” serão discutidos em uma reunião na próxima quarta-feira (12), às 14h, na Câmara de Vereadores da cidade. O encontro faz parte de um procedimento administrativo instaurado pelo Ministério Público estadual para avaliar as políticas públicas de segurança, meio ambiente e cidadania a serem executadas no evento religioso.

No dia 29 de maio, a primeira reunião sobre o tema contou com a presença dos promotores de Justiça Clodoaldo da Anunciação e Alex Bezerra, da Promotoria Regional de Bom Jesus da Lapa, além de defensores públicos, membros da OAB/BA, integrantes da Polícia Militar e Civil, líderes religiosos, empresários da área de hotelaria, vereadores, servidores públicos e secretários municipais. Na ocasião, o promotor Clodoaldo explicou que a Romaria acontece a mais de 300 anos no Município e que, por isso, o MP pretende contribuir para sua realização ao atuar antecipadamente na resolução de problemas que podem ocorrer na festa.

No encontro da próxima quarta-feira, as instituições e secretarias deverão apresentar seus respectivos planos de trabalho para a realização da festa, especialmente a partir dos compromissos firmados na primeira reunião. Foram eles: confecção de um mapa com os locais das instituições e seus telefones úteis a ser distribuído na festa; sinalização do caminho para hospitais e UPAs; envio ao Governo estadual de um ofício sobre a implantação de Corpo de Bombeiros na cidade; aumento de fiscalização no “Morro”, impedindo a colocação de novas antenas no local; proibição de acampamento nas redondezas da Igreja e/ou do evento; uso de um cordão de isolamento na coroa; proibição de instalação de barracas nos locais de entrada e saída dos órgãos de segurança e elaboração de cartilhas educativas destinada aos romeiros.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.