Primeira professora com Síndrome de Down do Brasil é homenageada pela Turma da Mônica

Donas da Rua da História, projeto da MSP de empoderamento para meninas, traz Débora Seabra de Moura ao acervo

Em 12/12 de 2019

Gabriel Furlan | Máquina Cohn & Wolfe

Diversidade, inclusão e representatividade sempre fizeram parte das histórias da Turma da Mônica. Com base nisso, foi criado o projeto Donas da Rua da História, que destaca mulheres revolucionárias ao redor do mundo. Dessa vez, a mais nova homenageada é Débora Araújo Seabra de Moura. A professora potiguar é a primeira pessoa com síndrome de Down, na América Latina, a concluir o curso de Magistério.

A arte foi desenvolvida para a mostra fruto da parceria entre a Prefeitura de Natal e a Mauricio de Sousa Produções e faz parte da campanha mundial da qual a cidade de Natal está participando, “16+5 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulheres”.

Nascida em 1981, em Natal (RN), quando ainda praticamente não se falava em diversidade, Débora estudou em escolas regulares, terminou o ensino básico e seguiu sua formação. Hoje, possui uma trajetória ímpar e viaja o mundo para relatar sua experiência profissional. Em 2014, foi convidada pela ONU para participar de painel do evento que marca o Dia Internacional da Síndrome de Down, que aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos.

A mostra Donas da Rua da História homenageia 23 importantes mulheres que contribuíram para a história recente da humanidade em temas como as artes, ciência e o esporte, reinterpretadas pelas personagens da Turma da Mônica.

Para Mônica Sousa, Diretora Executiva da Mauricio de Sousa Produções e criadora do projeto Donas da Rua, a professora e escritora Débora Seabra de Moura é um exemplo sobre o direito à inclusão. “O projeto foi desenvolvido para trabalhar questões de inclusão e dar visibilidade e representatividade a mulheres fortes e determinadas que de alguma forma fizeram a diferença na sociedade, como a nossa mais nova homenageada, Débora”, pontua a executiva.

O Donas da Rua foi criado em março de 2016 e tem o apoio da ONU Mulheres. Nesta parceria, a MSP tornou-se signatária dos Princípios de Empoderamento da ONU Mulheres. Uma de suas áreas, o Donas da Rua da Ciência, tem como objetivo resgatar a trajetória de pesquisadoras e cientistas que marcaram a humanidade com suas ações. O projeto pode ser conferido no site da Turma da Mônica.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.