Secretaria de Saúde realiza mutirão para a prevenção ao suicídio em Luís Eduardo Magalhães

“As pessoas que se enquadram nestes perfis devem passar por uma avaliação. Muitas vezes uma simples conversa com um especialista pode significar a manutenção da vida”

Em 21/09 de 2019

Ascom Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

A secretaria de Saúde de Luís Eduardo Magalhães realiza neste sábado (21), o Mutirão Setembro Amarelo. A iniciativa que será na Policlínica Municipal, vai realizar consultas com psicólogos para a prevenção e combate ao suicídio.

Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas.

A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade.

Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos. Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes.

É fato que o suicídio é um fenômeno complexo, de múltiplas determinações, mas saber reconhecer os sinais de alerta pode ser o primeiro e mais importante passo. Isolamento, mudanças marcantes de hábitos, perda de interesse por atividades de que gostava, descuido com aparência, piora do desempenho na escola ou no trabalho, alterações no sono e no apetite, frases como “preferia estar morto” ou “quero desaparecer” podem indicar necessidade de ajuda.

De acordo com o secretário de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, o atendimento será por ordem de chegada e começa às 8h. “As pessoas que se enquadram nestes perfis devem passar por uma avaliação. Muitas vezes uma simples conversa com um especialista pode significar a manutenção da vida”, comentou Felipe Melhem.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.