Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães realiza capacitação sobre o Coronavírus para servidores da rede municipal de saúde

A atividade reuniu funcionários dos postos de saúde, UPA e Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá Oliveira

Em 09/03 de 2020

Ascom | Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Profissionais que atuam na Secretaria de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, participaram de uma capacitação para ampliar os conhecimentos sobre o Coronavírus e receberam orientações sobre como identificar casos suspeitos do COVID 19. A atividade foi realizada no auditório da Secretaria de Educação e reuniu funcionários dos postos de saúde, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá Oliveira.

De acordo com o secretário de Saúde do município, Felipe Melhem, o treinamento priorizou a importância da paramentação adequada, os critérios para a suspeição da doença (quais pacientes devem ser enquadrados nos casos suspeitos), de que forma se dá o atendimento e as informações que devem ser passadas aos pacientes.

“Essas informações são fundamentais para que os profissionais da área da saúde não encontrem nenhum tipo de dificuldade e estejam bem preparados em casos suspeitos da doença no nosso município”, comentou Felipe Melhem.

Ainda segundo o secretário, qualquer caso suspeito será imediatamente comunicado as vigilâncias sanitária e epidemiológica. Além disso, o paciente vai ser encaminhado para o isolamento e realização de exames, e a depender do quadro clínico poderá ser transferido para a unidade regional de referência (Hospital do Oeste), por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

“A população deve ficar tranquila porque a Secretaria de Saúde de Luís Eduardo Magalhães está pronta para identificar, atender e adotar as medidas estabelecidas pelo Ministério da Saúde em relação a possíveis casos do Coronavírus”, concluiu Felipe Melhem.

Sobre a doença – Coronavírus é o nome de uma família de vírus que têm uma estrutura em formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias e já provocaram outras doenças. Em geral, eles circulam apenas entre animais como morcegos e roedores, mas passam a infectar também as pessoas quando a convivência é muito próxima e os vírus sofrem mutações espontâneas e aleatórias. Alguns cuidados simples podem evitar a transmissão da doença, entre eles:

• Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
• Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
• Evitar contato próximo com pessoas doentes;
• Ficar em casa quando estiver doente;
• Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
• Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.