LEM: Secretaria de Saúde realiza reunião para discutir ações sobre o novo Coronavírus

Iniciativa visa traçar plano de contingência, definição dos fluxos internos para o combate à doença, estratégias de prevenção, monitoramento e ação

Em 28/02 de 2020

Ascom | Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Aconteceu nessa quinta-feira (27), na Secretaria de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, uma reunião para o alinhamento das ações de vigilância do novo coronavírus com os diretores, gerentes e técnicos em saúde no município. A iniciativa visou traçar o plano de contingência, a definição dos fluxos internos para o combate à doença, estratégias de prevenção, monitoramento e ação na ocorrência de episódios suspeitos, caso a doença chegue até o município.

Na última quarta-feira (26), o governo federal confirmou o primeiro caso positivo de coronavírus no Brasil. Trata-se de um homem que mora em São Paulo, tem 61 anos, e veio da Itália.

Entre os pacientes com quadros sob investigação no país, 121 têm histórico de viagem para países com transmissão da doença, outros 8 pacientes tiveram contato com casos suspeitos e 3 são contatos do paciente de 61 anos já confirmado com Covid-19. Na Bahia existe até o momento, um caso suspeito da doença.

O secretário de Saúde, Felipe Melhem, destacou que o município já está tomando todas as providências para se preparar efetivamente contra o Covid-19.

“Agiremos de forma preventiva conforme orientação do Ministério da Saúde. Realizaremos vários treinamentos para que os nossos profissionais saibam exatamente como agir desde o primeiro atendimento, a triagem, identificação dos sintomas e caso haja necessidade, o isolamento”, comentou o secretário.

“Também é importante ressaltar que não há necessidade de pânico. Os sintomas do coronavírus são semelhantes aos de uma gripe comum (tosse, coriza e febre). A taxa geral de letalidade é de aproximadamente 3%, sendo menos grave que o H1N1”, finalizou Melhem.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as principais recomendações para se proteger incluem bons hábitos de higiene como lavar bem e com frequência as mãos; cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar; manter distância de ao menos dois metros de pessoas que estejam tossindo ou espirrando e evitar tocar nos olhos, nariz e na boca.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.