LEM: Prefeitura emite nota de esclarecimento sobre casas demolidas no Santa Cruz

Prefeitura esclarece a verdade dos fatos sobre a demolição

Em 28/11 de 2019

Ascom |Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através das Secretarias Municipais de Trabalho e Assistência Social e de Infraestrutura, vem por meio deste presente instrumento, esclarecer a verdades dos fatos sobre as casas demolidas no bairro Santa Cruz, que estavam localizadas ao lado de um canal de escoamento de águas pluviais.

1º – O local onde as casas haviam sido erguidas, trata-se de uma área de invasão. Além de irregulares, as construções ofereciam risco a população e aos próprios moradores em virtude do perigo de desmoronamento por conta do canal localizado na proximidade, sendo as mesmas anteriormente condenadas pela defesa civil;

2º – Todos os moradores que residiam neste local, foram visitados pelas assistentes sociais do Setor de Habitação da Secretaria de Trabalho e Assistência Social em 2017 e 2018, que por sua vez realizaram os seus respectivos cadastros e em abril de 2019, os moradores receberam uma unidade habitacional no Residencial Solar Santa Cruz;

3° – Algumas pessoas compraram casas na área invadida, de moradores que receberam uma unidade habitacional no Residencial Solar Santa Cruz. Estas também foram visitadas pela equipe de habitação e hoje estão recebendo o aluguel social e morando em um local seguro.

4º – A secretaria de Infraestrutura demoliu as referidas casas localizadas próximas ao canal, para impedir que as mesmas fossem ocupadas novamente, seja por negociação ou venda ilegal do imóvel ou então por invasão de terceiros;

5º – A secretaria de Trabalho e Assistência Social possui o histórico de todos os moradores que residiam no local, bem como os seus documentos e possui comprovação de que todos foram amparados pelo Governo Municipal, seja através do aluguel social ou então pela entrega de uma unidade habitacional;

6º – Por fim, a Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães lamenta que fatos inverídicos sejam veiculados sem a prévia apuração correta dos fatos. Lamenta também, que pessoas carentes sejam utilizadas para a construção de uma falsa narrativa política, que busca servir-se das dificuldades dos mais necessitados para promoção de terceiros.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.