LEM: Prefeitura e Instituto Recicleiros realizam apresentação do plano de coleta seletiva

A iniciativa é uma parceria da gestão municipal e o Instituto Recicleiros

Em 26/02 de 2020

Ascom | Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Aconteceu na noite da quarta-feira (19), a apresentação do Plano Municipal de Coleta Seletiva no Centro Cultural de Luís Eduardo Magalhães. A iniciativa é uma parceria da gestão municipal, por meio da secretaria de Meio Ambiente e Economia Solidária e o Instituto Recicleiros. Além do chefe do executivo, estiveram presentes secretários municipais, representantes de empresas, indústrias e da sociedade civil, o vereador Carlos Koch, estudantes do curso de Direito da UNIESP e a comunidade.

O Plano Municipal de Coleta Seletiva tem como objetivos otimizar a coleta de resíduos recicláveis no município; conscientizar e estimular a população a contribuir com o programa Coleta Seletiva Solidária; desenvolver nas crianças, adolescentes, jovens e adultos a conscientização e a cultura ambiental através de ações de educação ambiental nas escolas e na comunidade; reduzir de forma drástica a quantidade de resíduos enviados atualmente para o lixão e em breve para o aterro sanitário e ampliar a vida útil do aterro sanitário, que inicialmente tem a capacidade de atender a cidade por 20 anos.

Durante o evento, o diretor do Instituto Recicleiros, Erich Burger Netto, apresentou aos presentes como será elaborado o Plano de Coleta Seletiva no município, destacando a importância da participação de toda a sociedade no processo. Também explanou sobre os principais desafios a serem conquistados, as metas, formas de estimular a criação de uma consciência ambiental, em especial, nas crianças e a situação do lixo no Brasil.

Para o secretário de Meio Ambiente e Economia Solidária, Alcides Meira, a elaboração do plano é de extrema importância para o meio ambiente do município, para a qualidade de vida da população e para o aumento da vida útil do aterro sanitário, que está em fase de análise dos processos para emissão das Licenças Ambientais.

“Nós teremos mais duas reuniões como esta para a elaboração desse plano. Hoje o Instituto Recicleiros é nosso parceiro porque o nosso programa da Coleta Seletiva Solidária foi um dos 12 vencedores da 2ª edição do Edital Cidade+Recicleiros. Nós competimos com 522 cidades de todo o Brasil, e na Bahia nós fomos a única cidade a ser contemplada com essa assessoria técnica especializada para aprimoramento da política de coleta de resíduos recicláveis”, comentou o secretário.

Sobre o Instituto Recicleiros – É uma organização brasileira sem fins lucrativos, que desde 2007 desenvolve soluções para fomentar a coleta seletiva inteligente e a reciclagem de resíduos sólidos em todo país. A empresa suíça SIG Combibloc, presente em mais de 65 países – no Brasil desde 2011 – é uma das líderes no fornecimento de sistemas e soluções para embalagem asséptica. As duas organizações são parceiras desde 2018 na idealização e realização do Edital Cidade+Recicleiros, que agora chega a 17 cidades brasileiras, incluindo Luís Eduardo Magalhães.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.