Ações contra a dengue são intensificadas em Luís Eduardo Magalhães e população tem papel fundamental no processo

É necessário que todos façam a sua parte para evitar os criadouros do Aedes Aegypti

Em 13/11 de 2019

Ascom | Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

As chuvas estão chegando e a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da secretaria de Saúde solicita a colaboração de toda a população para não realizar o descarte indevido de lixos nas ruas e em terrenos vazios. É necessário que todos façam a sua parte para evitar os criadouros do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya.

A dengue é uma enfermidade muito grave e, nos últimos anos, epidemias afetaram diversos estados e municípios brasileiros. A diretoria de Vigilância em Saúde faz um trabalho incessante ao longo de todo o ano, na prevenção dos focos do mosquito, entretanto, a gerente de Vigilância Epidemiológica, Cristina Barreto, alerta que em alguns bairros populares estão jogando lixo em terrenos vazios.

“Estamos realizando um trabalho árduo de visitação e orientação com os agentes epidemiológicos, infelizmente vemos em alguns bairros a falta de educação de alguns moradores. Precisamos fazer cada um a nossa parte! A cidade tem a coleta de lixo normal e lixo reciclável, precisamos apenas atentar para embalar o lixo adequadamente e colocar para fora nos dias de coleta”, reforça Barreto.

Segundo a secretaria de Saúde, o apoio da população é indispensável para o trabalho de prevenção. Evitar o acúmulo de águe em garrafas, pneus e vasos de plantas, cobrir as caixas d’água, armazenar o lixo em sacos plásticos fechados são atitudes simples e muito eficientes.

O departamento de Vigilância em Saúde solicita aos munícipes que as informações preventivas contra a dengue sejam compartilhadas em seus perfis nas redes sociais. A luta contra o mosquito Aedes Aegypti é efetiva com as ações do poder público e a participação de toda a comunidade e cada cidadão também é responsável pela eliminação dos criadouros de larvas em suas propriedades.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.