O que é Fair Play Financeiro? Descubra como esse sistema impacta a vida do seu time

O Fair Play Financeiro deve chegar ao Brasil ainda esse ano

Em 17/08 de 2020

Em fevereiro, uma decisão inusitada chamou a atenção dos amantes do mundo do futebol. O gigante Manchester City sofreu uma punição severa e havia sido banido das duas próximas temporadas da Liga dos Campeões da UEFA, além de ter sido multado em 30 milhões de euros. Essas decisões rigorosas só foram tomadas após ter sido constatado que o clube de futebol inglês havia descumprido as regras do chamado Fair Play Financeiro.

Manchester City havia sido banido de duas temporadas da Liga dos Campeões da UEFA

E foi essa medida, aparentemente tão radical, que reacendeu um questionamento antigo. Afinal, o que é Fair Play Financeiro?

Basicamente, o Fair Play Financeiro faz referência a um conjunto de regras que visam garantir que os clubes de futebol mantenham uma saúde financeira saudável e que sejam capazes de manter seus pagamentos em dia, inclusive de atletas, impostos e outros clubes. Dessa forma, as regras tendem a evitar que os clubes gastem mais do que podem, o que gera desconfiança e desequilíbrio entre os times.

Além disso, esse regulamento pretende evitar pedaladas fiscais e lavagem de dinheiro dentro dos clubes de futebol, como reforça Pedro Daniel, diretor-executivo da Ernst & Young, em entrevista ao time da Betway Esportes, site de apostas online: “O Fair Play Financeiro não foi criado para punir ninguém, nem criar sanções. Ele visa apenas o desenvolvimento sustentável, sem lavagem de dinheiro.”

Apesar desse questionamento recente, a ideia por trás do Fair Play Financeiro é antiga e tem sua origem em 1962, na Alemanha, na criação da Bundesliga, a liga nacional de clubes. Porém, essa ideia só foi adotada pela UEFA em 2009, quando a liga passou a adotar um modelo de controle de clubes a nível continental.

De acordo com Maurício Corrêa, presidente da Comissão de Direito Esportivo do Instituto de Advogados Brasileiros, a previsão é que esse sistema seja implementado no Brasil ainda em 2020, já que, no momento, ele ainda está em fase de implementação. Vale lembrar que a intenção dessa implementação não é garantir o equilíbrio financeiro entre os times, mas fazer com que o clube de futebol respeite seus limites financeiros.

Além disso, é importante reforçar que o time pode entrar com um recurso contra as sanções em decorrência de descumprimento do Fair Play Financeiro. Por isso, recentemente a Corte Arbitral do Esporte (CAS) reverteu a punição dada ao Manchester City e reduziu a multa de 30 milhões para 10 milhões de euros.

Mesmo assim, com o Fair Play Financeiro, é fundamental que os clubes de futebol fiquem mais atentos ao seu orçamento e que evitem problemas que podem impactar negativamente seu desempenho dentro do campo.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.