A força da mulher no esporte: Lutadora barreirense de Jiu-jitsu, Fernanda avisa: “Mulher também sabe brigar”

Lugar de mulher é no esporte. E no esporte que ela quiser!

Em 19/11 de 2019

As lutas foram historicamente definidas como território de reserva masculina. Entretanto, mesmo sendo identificadas como práticas esportivas agressivas, de construção e exercício de uma dada masculinidade, rotulada de “sexo frágil”, as mulheres adentraram nas arenas há muito tempo e têm disputado modalidades como o judô, jiu-jitsu, muay thai, taekwondo, karatê, boxe e MMA, exibindo distintas representações de feminilidade.

Um exemplo nos tatames é a lutadora barreirense de Jiu-jitsu, Fernanda Santos, que deu um pontapé em todos os obstáculos colocados em seu caminho. A atleta conta que já passou por dificuldades por conta de comentários negativos sobre sua escolha.

“Sempre tem preconceito, mas isso não me abala. Críticas só me fortalecem, me inspiram a seguir em frente em busca dos meus objetivos. Eu prefiro focar no que realmente importa. Por trás desse esporte existe todo um aprendizado, uma disciplina, respeito, valores e muita amizade. Além de todos os benefícios pra saúde”, comenta.

Aos 24 anos, vários deles dedicados ao Jiu-jitsu, Fernanda poderia ter desistido, mas provou que lugar de mulher é no esporte, e no esporte que ela quiser! Com determinação, hoje a lutadora acumula vários títulos no currículo.

A reportagem do Falabarreiras procurou compreender quais motivações levam as mulheres a entrarem e permanecerem no esporte, uma vez que se observa grande busca do sexo feminino por diversas modalidades esportivas. De acordo com Fernanda, as práticas esportivas pelas mulheres têm papel importante, não apenas no desenvolvimento de novas gerações de atletas, mas também na afirmação delas na sociedade.

“As mulheres já conquistaram muitas coisas no esporte e sua participação é crescente, mesmo com espaço midiático restrito. Porém, gradualmente, superando mais barreiras, nós provaremos que podemos ainda mais”, declarou a lutadora.

Nos dias 23 e 24 de novembro, ela disputará o Spring International Open IBJJF Jiu-Jitsu Championship 2019 em Salvador, e precisa de apoio financeiro para custear as despesas. Quem poder ajudar pode entrar em contato pelo telefone: (77) 99805 – 3955.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.