31/julho/2017- Atualizado em 30/07/2017 6:19:58

Escolas Culturais: primeira etapa do projeto contempla 66 municípios

85 escolas receberão o projeto nesta fase inicial | Foto: Manu Dias / GovBA

O projeto Escolas Culturais, que integra o programa estadual Educar para Transformar, foi lançado na quinta-feira (27) pelo governador Rui Costa, em Itabuna, primeira cidade a receber a iniciativa, que chegará, inicialmente, a 85 escolas, localizadas em 66 municípios de todos os Territórios de Identidade. Uma grande festa marcou o evento de lançamento, realizado no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães.

Durante discurso, Rui Costa se emocionou ao lembrar dos pais. “Aqui está a essência do que me fez entrar para a política. Isso aqui é a essência do que eu aprendi dentro de casa. Eu tive a sorte, a honra e o privilégio de ter um pai e uma mãe que não conseguiram concluir o segundo grau, mas tinham a convicção de que só a educação poderia transformar a vida dos filhos deles”.

Rui teve dificuldade para dar prosseguimento ao discurso e chorou em alguns momentos da sua fala para centenas de pessoas que participaram do ato, incluindo a primeira-dama do Estado, Aline Peixoto. O governador lembrou da sua infância e das dificuldades que enfrentou para concluir sua formação, a exemplo da “paletada” diária que dava da Liberdade, bairro onde morava, para o bairro da Boa Viagem, onde estudou no Colégio Luis Tarquínio, na capital.

As Escolas Culturais vão oferecer atividades nas áreas de dança, arte literária, música e audiovisual. O projeto é uma ação conjunta das secretarias estaduais da Educação, de Cultura (Secult), da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Casa Civil. “Estamos plantando a primeira semente de um futuro promissor de milhares de jovens. É um abraço aberto da escola para a sociedade”, afirmou Rui, durante evento encerrado com show de Luiz Caldas.

Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social / Governo da Bahia

Tags:

O conteúdo de cada comentário é de exclusiva responsabilidade do autor e mensagens ofensivas não serão postadas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!