Rio de Ondas: lugar de lazer vira palco de violência (fotos)

Por: Alexandra Baltzidis | Osmar Ribeiro Guarda Municipal de Barreiras age com ato de violência contra funcionários de uma locadora Na manhã de hoje, 22, o rio de Ondas (Balneário Três Bocas), foi invadido por uma equipe da Guarda Municipal de Barreiras a mando da Secretaria de Serviços Públicos do município e no local onde […]

Em 22/02 de 2014

Por: Alexandra Baltzidis | Osmar Ribeiro

Guarda Municipal de Barreiras age com ato de violência contra funcionários de uma locadora

01Na manhã de hoje, 22, o rio de Ondas (Balneário Três Bocas), foi invadido por uma equipe da Guarda Municipal de Barreiras a mando da Secretaria de Serviços Públicos do município e no local onde há 15 anos funciona um ponto de uma empresa que loca botes e boias.

A empresa de turismo é de propriedade do Sr. Emanuel Pinho Rocha, que no momento se encontra em Brasília. No momento da ação da Guarda Municipal, o ponto estava fechado e sem funcionários. Segundo informações de um funcionário da empresa, os guardas municipais chegaram, quebraram o cadeado do portão, em seguida invadiram o local para retirar os equipamentos e pertences de propriedade da empresa e que são locados para o lazer das pessoas no rio de Ondas.

Os funcionários responsáveis foram avisados da invasão e chegaram ao local tentando impedir a retirada dos equipamentos, um deles, Sr. Samuel, colocou o carro à frente do portão para o caminhão da prefeitura não saísse com o equipamento. A partir desse momento começou os atos de violência. Os guardas municipais deram voz de prisão ao Sr. Deuzam, mais conhecido como “Xuxa”, que é funcionário da empresa locadora de botes e boias, sob alegação de desacato aos guardas.

Vários guardas, numa luta corporal, tentaram imobilizar o cidadão. Na tentativa de imobilização os guardas usaram spray de pimenta no “Xuxa”, que foi jogado bruscamente no fundo do carro.

O Sr. Samuel, responsável pela empresa, informou ao Fala Barreiras que os guardas estavam totalmente “fora da lei”, sem mandado judicial, sem ordem de despejo. “Um ato infeliz, eles sequer tinham um mandado de apreensão de bens particulares e muito menos uma autorização para destruir um patrimônio”.

Quando a Polícia Militar, que foi convocada pela Guarda Municipal, chegou ao local, solicitou ao Sr. Samuel para que retirasse o veículo que impedia a saída do caminhão da prefeitura. Houve resistência e a discussão foi generalizada.

Segundo o Sr. Samuel, seu companheiro de trabalho foi alvo de abuso de poder. Ainda segundo Samuel, ele tentou filmar o ato de violência no que foi ameaçado várias vezes, tanto por um guarda como por uma guarda feminina, dizendo: “se você filmar vai preso e vou quebrar o seu celular”. Samuel complementa que a guarda o agrediu com palavrões. O “Xuca” foi levado à delegacia e detido para ser ouvido pelo delegado.

Segundo consta, os guardas municipais são treinados para servir a sociedade, sem agressão física e moral, levando em conta os direitos humanos estabelecidos pela lei, haja vista que as pessoas em questão são trabalhadoras e estavam protegendo uma propriedade particular de uma invasão.

Clique nas fotos para ampliá-las:

7 comentários

janos
Comentou em 22/02/14

Isso vai dar pano pra manga abuso de poder perante um cidadão que esta ali ganhado seu pão de cada a dia…

ACardoso
Comentou em 23/02/14

Se o chefe destes imbecis, (o prefeito) age desta mesma forma, porque estes “cavalos” o fariam diferente.!! animais..

Adriano santos
Comentou em 23/02/14

Só q eles também tão ganhando seu pão de cada dia. “São todos pai de família” se você não sabe trabalho ilegal também é crime! ! E você deveria respeita as pessoas! !” Animal deve ser você”

Davi Mainel
Comentou em 24/02/14

Veja com seus próprios olhas em vídeo, ameaça do funcionário da prefeitura municipal de barreiras, dando ordem de prisão porque pessoa estava filmando. quem deve ser preso é quem abusa de autoridade e poder !
https://www.facebook.com/photo.php?v=612844275450420&set=vb.100001745593648&type=2&theater

SAMUEL
Comentou em 25/02/14

SE TODOS TIVEREM QUE GANHA O PÃO DE CADA DIA NA BASE DA VIOLÊNCIA , BARREIRAS VAI VIRAR O IRAQUE. A GUARDA MUNICIPAL LIDIANE E OS DEMAIS GUARDAS Q OS ACOMPANHAVAM, N TEM CAPACIDADE DE EXERCER TAL CARGO, POIS N TEM ÉTICA E NENHUM TIPO DE PREPARAÇÃO.
A GUARDA MUNICIPAL VEM USANDO A VIOLÊNCIA CONTRA O POVO DE BARREIRAS, N É O PRIMEIRO CASO Q A GUARDA SE ENVOLVE, O PREFEITO ANTONIO HENRIQUE (TONHÃO) DEVERIA FUNDAR UM GINÁSIO DE UFC COMBATE, JA TEMOS OS LUTADORES Q SAO: TONHÃO DO LEPO LEPO , LIDIANA TRATOR E CIA…

diogo
Comentou em 27/02/14

bom dia para mim cidadao e aquele q trabalha dentro da legalidade,nao desacata funcionario publico nao obstrui o trabalho d servidores publicos capacitados para tal funcao,os guardas municipais de barreiras vem desempenhando a muito anos inumeras operacoes sem a minima estrutura,deixo meus parabéns a todos os guerreiros dessa instituicao e nao deixem se abater por comentarios maldosos e façam cumprir a lei sempre doa a quem doer um abraço a todos

RIGOBERTO CORREA
Comentou em 16/04/14

o que eles deviam fazer era tapa os buracos da cidades e nao inpedir o povo de trabalhar honesta mente tenha vergonha prefeito

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.