Mulheres invadem as ruas de Barreiras em protesto a Jair Bolsonaro

A oito dias da eleição que poderá definir o novo presidente do Brasil, manifestantes em sua maioria mulheres, reuniram-se em protesto contra as pautas defendidas pelo capitão da reserva e candidato do PSL a presidência da República, Jair Bolsonaro, no sábado (29) em Barreiras. Batizado de #EleNão, o movimento foi convocado pelas redes sociais durante […]

Em 01/10 de 2018

A oito dias da eleição que poderá definir o novo presidente do Brasil, manifestantes em sua maioria mulheres, reuniram-se em protesto contra as pautas defendidas pelo capitão da reserva e candidato do PSL a presidência da República, Jair Bolsonaro, no sábado (29) em Barreiras. Batizado de #EleNão, o movimento foi convocado pelas redes sociais durante o mês de setembro por eleitoras críticas ao candidato e pedia às mulheres que usem lenços e outros peças de vestuário na cor roxa, que é o símbolo da manifestação.

Em Barreiras, o movimento teve o apoio de vários setores da sociedade e movimentos sociais e levou centenas de família às ruas nesta tarde. “Viemos e fizemos a nossa parte por acreditar na importância desse movimento. A truculência e a postura violenta desse candidato põem em risco a vida de grupos sociais minorizados. Esse ato representa uma bela demonstração da capacidade de articulação de importantes setores da sociedade brasileira contra a escalada do uso da violência para combater a violência”, relatou uma jovem manifestante.

1 comentário

José Pedro
Comentou em 01/10/18

Vão trabalhar bando de vagabundos. Jair bolsonaro pode ser o que for mas o que importa é o que ele vai fazer pelo Brasil que está quebrado por causa dessa quadrilha chamada PT e seus cúmplices comunistas PSOL, PCdoB, PSTU, UNE, MST e por aí vai.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.