Fundação Mundo Lindo inaugura Centro Cultural e Anfiteatro valorizando as culturas do Cerrado

Ao final da solenidade, os ribeirinhos e índios Kiriris ainda receberam os diplomas de conclusão no curso de frutos do cerrado

Em 01/07 de 2019

Fotos e informações Dircom Barreiras

Comemorando o aniversário de quatro anos de existência, a Fundação Mundo Lindo, entregou neste sábado (29), para as comunidades dos ribeirinhos, quilombolas e indígenas, mais duas áreas destinadas à valorização cultural e gastronômica do Cerrado. O Centro Cultural Professora Veridiana, a Escola de Ecologia Ana Linda e o Anfiteatro Índio Raoni Kiriri, são investimentos da fundação para proporcionar a exposição dos produtos manufaturados pelas comunidades e a realização de palestras, cursos e atendimento aos visitantes.

Localizada em uma área privilegiada pela natureza com animais silvestres, veredas e muitas árvores, a Fundação Mundo Lindo fica situada no povoado Extrema, na estrada que dá acesso ao Vau da Boa Esperança.

Deusdete Santiago, fundador da Fundação Mundo Lindo, e sua esposa

Durante a inauguração, o fundador, Deusdete Santiago, explanou sobre as ações realizadas e os projetos para os próximos 3 anos, que comtemplam a regularização das terras cedidas à tribo Kiriris no povoado do São José do CTI, implantação do Programa Agrícola Orientado aos Índios, inscrição dos índios nas universidades públicas, sinalização da aldeia Kiriris e construção de carpintaria de madeiras queimadas do Cerrado para geração de renda aos ribeirinhos. Ao final, os ribeirinhos e índios Kiriris ainda receberam os diplomas de conclusão no curso de frutos do cerrado.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.