Durante visita à Barra, Governador reafirma construção do presídio em Barreiras

O Governador Jaques Wagner, esteve na manhã dessa quinta-feira, 03, no município de Barra para entregar a restauração da Igreja São Francisco das Chagas e do Palácio Episcopal Cristo Rei. Na ocasião, fez questão de reafirmar a construção do primeiro presídio da região em Barreiras, em local já determinado, com estrutura para abrigar 533 detentos […]

Em 06/10 de 2013

teste-internoO Governador Jaques Wagner, esteve na manhã dessa quinta-feira, 03, no município de Barra para entregar a restauração da Igreja São Francisco das Chagas e do Palácio Episcopal Cristo Rei. Na ocasião, fez questão de reafirmar a construção do primeiro presídio da região em Barreiras, em local já determinado, com estrutura para abrigar 533 detentos e metodologia de ressocialização.

“O presídio de Barreiras está garantido, não houve retirada de dinheiro nenhum, houve troca de fontes. Pela demora do dinheiro Federal, estou colocando dinheiro do governo estadual, são 22 milhões, para cumprir a minha palavra. Se a verba federal vier, quando vier, nós destinaremos para outros locais”, disse Jaques Wagner.

Além de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Bom Jesus da Lapa serão beneficiados com as novas unidades prisionais. Segundo o Secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização Nestor Duarte, o objetivo é aumentar o número de vagas, superando as ofertadas pelas gestões anteriores.

“Mudamos o projeto do presídio, para um que fica pronto em seis meses. Serão 15 salas de aula para cursos. Os internos serão devolvidos à sociedade com uma capacitação. Atualmente, o Estado tem 8.500 vagas, 2.500 já abertas neste governo e abriremos mais 4.500 com recursos estaduais e outras 2.000 com recursos federais”, explicou o secretário Nestor Duarte.

Fonte: Dircom Barreiras

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.