Curso de estimulação sensorial para crianças com autismo

Texto e foto: Miriam Hermes – DRT BA 356 Voltado para pais, educadores, cuidadores e outros profissionais que cuidam de crianças com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA), o curso Estimulação Sensorial para Crianças com Autismo acontece dias 18 e 19 de fevereiro no Instituto Capacitar, em Barreiras. Organizado pelo grupo de trabalho pela […]

Em 10/02 de 2017

Texto e foto: Miriam Hermes – DRT BA 356

Curso-de-estimulacao-sensorial-para-criancas-com-autismo-01Voltado para pais, educadores, cuidadores e outros profissionais que cuidam de crianças com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA), o curso Estimulação Sensorial para Crianças com Autismo acontece dias 18 e 19 de fevereiro no Instituto Capacitar, em Barreiras.

Organizado pelo grupo de trabalho pela criação da Associação dos Amigos do Autista de Barreiras e Região (Ama) o foco é apresentar estratégias práticas da integração sensorial na obtenção de um desempenho mais eficaz destas crianças em suas atividades cotidianas, em casa, na escola e na comunidade.

Em crianças com autismo as alterações sensoriais são comuns e podem ser observadas desde a dificuldade para tocar determinadas texturas até a seletividade alimentar. A disfunção sensorial afeta todo o sistema de autoregulação, alterando a capacidade de desenvolver habilidades básicas, destrezas motoras, bem como a comunicação e interação social através da fala e da linguagem.

A técnica de tratamento por meio da Integração Sensorial foi desenvolvida inicialmente pela terapeuta ocupacional americana, Jean Ayres. Em princípio foi dirigida a crianças que apresentavam dificuldades de aprendizagem.

A sua utilização se ampliou para outras patologias, sendo o autismo alvo de muitas pesquisas decorrentes das intervenções terapêuticas que se utilizam das bases teóricas que fundamentam esta prática.

No curso oferecido pela Ama, os participantes vão conhecer os fundamentos da técnica de Integração Sensorial, identificar os problemas sensoriais que interferem nas atividades cotidianas da criança autista, bem como ter acesso a atividades facilitadoras em Estimulação Sensorial.

Com apresentação das aulas em multimídia, aulas teóricas expositivas, experiências práticas e vídeos, o curso terá duração de 12 horas. As inscrições podem ser realizadas na Clínica Aliz e na MIQUEI – Movimento de Inclusão e Qualificação do Especial Independente, que são parceiras do evento, que tem o apoio do Instituto Capacitar e da Gráfica União.

As terapeutas ocupacionais de Brasília Marília Mendes, com atuação dentre outros campos, na reabilitação neurológica, e Vivian Sodré, cujo foco de trabalho são crianças e jovens com atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, vão marcar presença como palestrantes convidadas para dividir suas experiências com os participantes do curso.

Uma equipe de voluntárias da Ama vai participar, a exemplo da psicóloga e mestre em psicologia do Desenvolvimento, Carla Fiaes e a psicóloga especializada em Psicologia Clínica pela abordagem cognitiva comportamental, Elana Corado, ambas com filhos diagnosticados com TEA. Também a psicopedagoga clínica, Maureen Coité vai participar. Ela tem formação em Autismo e atua no desenvolvimento infantil típico e atípico e estimulação precoce.

SERVIÇO – Com total de 40 vagas o investimento é de R$ 120, com promoção de R$ 100 para grupos a partir de três inscrições. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail amabarreiras@gmail.com ou pelos fones/WhatsApp: (77) 9 9200-5888 / 9 9153-0278 / 9 9986-0207 e no blog . A Ama atende no espaço da Miquei nas segundas e terças-feiras, das 15 às 17hs. Rua 15 de Novembro, no 356, Sandra Regina – Barreiras/BA.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.