Contra opinião pública, legislativo aprova criação de duas secretarias

Por: Cheilla Gobi Foto: Virgília Vieira Criação de duas secretarias é aprovada e vetos às emendas dos vereadores são mantidos. O município de Barreiras contará com as secretarias de Serviços Públicos e Transportes e a de Segurança Cidadã Em sessão extraordinária na noite da última terça-feira, 07, a Câmara de Vereadores aprovou em primeira e […]

Em 08/01 de 2014

Por: Cheilla Gobi
Foto: Virgília Vieira

Criação de duas secretarias é aprovada e vetos às emendas dos vereadores são mantidos. O município de Barreiras contará com as secretarias de Serviços Públicos e Transportes e a de Segurança Cidadã

Bate boca entre vereadores e vaias do público, também marcaram a sessão

Bate boca entre vereadores e vaias do público, também marcaram a sessão

Em sessão extraordinária na noite da última terça-feira, 07, a Câmara de Vereadores aprovou em primeira e segunda votação, o Projeto de Lei do Executivo 019/13 que dispõe sobre a organização administrativa da Prefeitura Municipal de Barreiras, com a criação de duas secretarias. Durante a sessão, os edis também apreciaram e votaram os vetos parciais propostos pelo prefeito Antônio Henrique às leis orçamentárias já aprovadas, sendo, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), Plano Plurianual 2014-17 (PPA) e a Lei Orçamentária Anual para 2014 (LOA). Onze vereadores decidiram pela manutenção do veto e cinco pela rejeição do veto. O resultado foi o mesmo para aprovação das novas secretarias.

Sobre a organização administrativa, a principal alteração proposta foi a modificação da nomenclatura e das competências das Secretarias do Desenvolvimento de Indústrias, Comércio e Serviços, Mineração e Turismo que passará a ser denominada Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. O executivo sugeriu também a modificação da nomenclatura das competências das Secretarias de Cultura, Esporte e Turismo e de Infraestrutura que passará a ser: Infraestrutura e Obras, além da criação de duas novas secretarias, sendo a de Serviços públicos e Transportes e a Secretaria de Segurança Cidadã.

Os mesmos 11 vereadores favoráveis às propostas do governo rejeitaram também a emenda modificativa de autoria do vereador Otoniel Teixeira que reduzia de R$ 7 mil para R$ 6,5 mil, os salários de alguns cargos do alto escalão e aumentaria os salários dos gerentes de postos de saúde, passando de R$ 1.040 para um pouco mais de R$ 1,6 mil. A Câmara ainda está em recesso parlamentar. As sessões ordinárias só retornarão a partir do dia 04 de fevereiro.

Fonte: Jornal do São Francisco

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.