Como a pandemia pode afetar nossa saúde mental?

Semana de Psicologia da Unifasb promove debate sobre os caminhos da psicologia no mundo pós pandemia

Em 31/08 de 2020

Imagem destaque: Reprodução Quero Bolsa

A pandemia de Covid-19 definitivamente transformou o mundo nesses últimos meses. Para lidar com essa doença desconhecida, todos tivemos que modificar nossa rotina e nos adaptar à nova realidade. Agora, expressões como distanciamento social, taxa de mortalidade e números de contaminados se tornaram comuns no noticiário. E quem poderia imaginar que usaríamos máscara de proteção facial em 2020? Uma medida extremamente necessária para diminuir a contaminação pelo vírus.

Essa nova realidade de cuidados, risco e de percepção da saúde trouxe uma série de consequências para nossas relações familiares, de amizade e até profissionais. Além do medo da própria contaminação e da morte, ainda precisamos lidar com o medo de contaminar as pessoas que amamos e com a incerteza financeira diante de uma crise econômica mundial em decorrência da pandemia.

Os impactos da pandemia

Todas essas incertezas provocam uma sensação de angústia, de sofrimento e de impotência diante do desconhecido, capazes de afetar seriamente nossa saúde mental. É claro que, cada indivíduo irá vivenciar esse momento delicado de modo particular, mobilizando os recursos psíquicos e materiais que possui para lidar com essa realidade.

Por isso, enquanto um grupo de pessoas consegue ressignificar esse período e transformá-lo num momento de reflexão, de descoberta e de criação de novos hábitos; outro grupo tende a normalizá-lo, colocando-o apenas como mais um obstáculo diário com o qual precisa lidar.

Por fim, temos aquele grupo composto por pessoas que sofrem um grande impacto psíquico em função da morte de entes queridos, do desemprego, do receio de perder a renda, do distanciamento social, do medo de ser contaminado, entre outros fatores que podem gerar, em casos extremos, uma série de problemas psicológicos, tais como a depressão, a ansiedade, o estresse pós-traumático, a neurose e a hipocondria.

Figura: Reprodução Unifio

O papel da psicologia diante da crise

Nesse contexto, você percebe que o impacto da pandemia não ocorre apenas no corpo físico, mas também no corpo psíquico, com consequências graves no estilo de vida e bem estar do indivíduo.

Por isso, profissionais e estudantes da área de psicologia já começaram a montar estudos e discussões sobre esse novo cenário e sobre o período pós pandemia, com o objetivo de se prepararem da melhor forma possível para atender esse grupo de pessoas atingidas, de forma direta ou indireta, pela Covid-19.

Pensando nisso, o Curso de Psicologia do Centro Universitário São Francisco de Barreiras (Unifasb) está promovendo a Semana da Psicologia, com o tema “O fazer em psicologia e o pós pandemia”. O evento será online, gratuito e irá ocorrer entre os dias 01 e 04 de setembro de 2020. A proposta do evento é promover a reflexão e a socialização do debate sobre os caminhos da psicologia no período pós pandemia.

Para estudantes e profissionais da área, essa é uma ótima oportunidade para discutir o presente e o futuro de uma realidade tão incerta, num momento crucial no qual a população com certeza vai precisar desse auxílio profissional.

.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.