Barreiras: Casa de Reintegração Social Nova Vida estreia programa de rádio

Projeto tem o objetivo de auxiliar dependentes químicos na reconstrução da autoestima, ressocialização e reaproximação com as famílias

Em 31/05 de 2019

Imagem destaque: Repórter Silvano Santos entrevista Delma Pedra

Há 26 anos ajudando na recuperação de dependentes químicos, a Casa de Reintegração Social Nova Vida, estreia neste sábado (01), um programa de rádio para debater o tema. A programação que irá ao ar todos os sábados das 15h às 16h na Rádio Vale do Rio Grande (AM 600), tem como objetivo a conscientização e prevenção ao uso de drogas, fortalecer o debate a respeito da reinserção social, fator fundamental para recuperação do dependente químico, a reconstrução e o resgate de sua cidadania e reaproximação com suas respectivas famílias.

De acordo com Delma Pedra, coordenadora do projeto, conviver diretamente com uso de drogas por parte de algum membro da família faz com que os demais vivenciem dificuldades ao lidar com essa problemática. Enfatizou que o preconceito e a discriminação ainda dificultam a prática da cidadania e que a população deve se conscientizar de que os indivíduos em abstinência também são cidadãos e, como tal, têm direitos e deveres perante a sociedade.

Delma lembrou ainda que o Projeto acaba de ganhar uma cadeira no Conselho de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado. Mas embora o trabalho dessas entidades de amparo seja relevante, ainda carece de ajuda de políticas públicas de assistência social que contribuam com a reinserção desses indivíduos na sociedade.

1 comentário

Cleomar
Comentou em 01/06/19

Maravilhoso trabalho…. Muitas vidas salvas… Parabéns!!! Pr. Delma

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.