ABL faz solenidade para encerrar o ano e recebe novos membros

Um dos momentos mais esperados foi a posse dos cinco membros efetivos que passaram a ocupar cadeiras que ficaram vagas

Em 03/12 de 2019

Texto e fotos Assessoria ABL

A Academia Barreirense de Letras (ABL) encerrou as atividades referentes ao ano de 2019 com uma solenidade no sábado (30) na Câmara Municipal reunindo familiares, amigos e parceiros das atividades desenvolvidas durante a gestão da diretoria que entrega os cargos no início de 2020.

Um dos momentos mais esperados foi a posse dos cinco membros efetivos que passaram a ocupar cadeiras que, por morte de membros fundadores e mudança de cidade ficaram vagas.

Com a posse, a cadeira nº 06, que originalmente foi ocupada por José Agostinho Porto (in memoriam), agora pertence a Paulo Henrique Cardoso Medrado e a cadeira nº08, antes de Dilson Ribeiro de Souza (in memoriam), agora é de Delisar Nogueira Barbosa.

A cadeira nº 10, que foi da escritora Edelvira Wanderley Moreno (in memoriam), agora é ocupada por Marilde Queiroz Guedes. Já a cadeira nº 14, que foi de Vinicius Azzolim Lena (in memoriam), passou a ser de Airton Pereira Pinto.

O assento nº 25, que foi ocupado por Deusdália Guedes dos Reis, agora membro correspondente, passa a ser de Raimundo Augusto Corado. E, como novo membro correspondente, morador de Santa Rita de Cássia, João Paulo Pinheiro Lima também foi empossado do cargo.

Todos expressaram mensagens de esperança do fortalecimento da atividade do escritor na sociedade contemporânea e alegria em assumir um lugar na academia, que passa a contar com 30 membros efetivos.

Também causou comoção a entrega dos troféus, medalhas e certificados de participação de poetas e poetisas da região oeste no 2º Concurso Literário de Poesias Vinicius Azzolin Lena.

A orientadora educacional de Formosa do Rio Preto, Valdélia Bonfim Ramaccotte Miranda foi vencedora com o poema ‘A Vida’. A segunda colocação foi conquistada pelos estudantes do Colégio Estadual Jutahy Magalhães, de Cotegipe, Viviane Teles dos Santos e Sávio Antônio de Macedo de Mato , com o poema ‘O que é que o Cerrado tem?’.

O terceiro lugar, foi obtido pela estudante do Ifba/Barreiras, Adrielly Almeida de Souza, com ‘As Marias’. Os três poemas foram declamados pelos autores, abrilhantando a noite com produção regional e referências globais em diversas ocasiões por parte dos oradores.

Com emoção e manifestações de carinho a entrega de placas demonstrou o agradecimento expressado a alguns dos parceiros da ABL, principalmente pela diretoria 2018/2019 presidida pela professora e escritora Ananda Lima.

“A avaliação é positiva, pois estamos em época de muitas outras atividades e contamos com público significativo. Isso demonstra, pela presença de pessoas muito representativas, o prestígio dispensado à cultura e arte na nossa cidade”, afirmou ela, que na oportunidade distribuiu um relatório público sobre as principais ações da instituição nos últimos dois anos.

Para Ananda, é relevante destacar que “mesmo ainda sem nossa casa, não estamos de braços cruzados e construímos pontes importantes para o caminho do engrandecimento da literatura e cultura local”, disse.

Ela pontuou que o leilão de quadros do artista plástico, poeta, membro fundador da Academia, Ataliba Campos Lima, realizado após o evento “obteve êxito com a venda de todas as obras oferecidas”. O evento beneficente foi conduzido pelo coordenador do Ponto de Cultura Flor do Trovão, culturalista Gelson Fernandes.

Vale destacar a presença do músico Jenifi Dias, que deu um toque de classe ao evento, apresentando repertório bem diverso, clássicos universais e música de sua autoria, envolvendo a todos numa energia sublime. A ABL contou com a valorosa colaboração de Helen Lima, Thainara Freitas e Wilma Andrade Brasil, fundamentais para dar celeridade e organização à cerimônia.

1 comentário

Airton Pereira Pinto
Comentou em 03/12/19

Parabéns pela matéria. Ficou excelente. Você é uma ótima profissional

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.