A paixão pelo futebol amador e a vontade de vê-lo crescer na região, fez Deusdete apostar em Tito

Nenhum outro esporte mobiliza os brasileiros tanto quanto o futebol, já oficializado como paixão nacional. Fenômeno social pelo qual os indivíduos expressam coletivamente determinados sentimentos como aplauso, ansiedade, alegria e apreensão, decepção ou vitória. Temos direito ao lazer isso é fato, mas a questão é se há espaços públicos apropriados para que possam ser desenvolvidos […]

Em 14/09 de 2018

Nenhum outro esporte mobiliza os brasileiros tanto quanto o futebol, já oficializado como paixão nacional. Fenômeno social pelo qual os indivíduos expressam coletivamente determinados sentimentos como aplauso, ansiedade, alegria e apreensão, decepção ou vitória.

Temos direito ao lazer isso é fato, mas a questão é se há espaços públicos apropriados para que possam ser desenvolvidos os treinos, recursos para viagens aos distritos, alimentação, equipamentos e uniforme, ficando para os próprios jogadores financiar ou correr atrás de um patrocínio para manter o sonho dessa prática esportiva e levar alegria aos torcedores. Mas o amor ao futebol existe, persiste e permanecerá. Continuará acontecendo por vezes debaixo desse sol gigantesco de nossa região.

Deusdete Vilas Boas está à frente de uma importante entidade de administração do desporto regional, a Sociedade Desportiva do São Francisco (SODESF) e sabe que as dificuldades são muitas, uma vez que não existem incentivos para times municipais amadores, já que as prefeituras não se consideram responsáveis por financiar os custos. A população tem direito ao lazer e deve se envolver, reclamando, exigindo ações públicas e leis que assegurem esse direito. Por isso, a aposta na parceria com o candidato a deputado federal Carlos Tito, porque acredita que nesse momento as políticas públicas devem estar presentes, para que elas assegurem o direito à prática dessa importante modalidade esportiva.

“Conheço de perto a angústia enfrentada pelos gestores públicos municipais em investir nessa prática esportiva, mas temos direito ao lazer e devemos nos envolver, reclamando, exigindo políticas públicas e leis que assegurem esse direito. Tito está assumindo conosco o compromisso de alocar recursos e nos ajudar a fomentar o esporte regional”, afirmou Deusdete.

Deixe seu comentário

*
*
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Falabarreiras. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Falabarreiras poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. É possível digitar até 600 caracteres. Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados.